Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

HQ de estreia do Superman bate recorde de vendas em leilão

Por| 05 de Abril de 2024 às 14h15

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

Um dos assuntos que mais chamam a atenção de fãs e entusiastas em quadrinhos é sobre as vendas milionárias de edições raras. E esse tem tem sido recorrente a cópias de Action Comics #1, que apresentou o Superman para o mundo, em 1938. Isso porque é considerado o título mais caro do mundo, e o preço aumenta conforme o estado de preservação. A mais nova batida do martelo do gibi de estreia do Homem de Aço bateu recorde de vendas de HQ em um leilão.

Segundo a casa de leilões Heritage Auctions, o órgão independente de classificação independente e imparcial de histórias em quadrinhos conhecido como Certified Guaranty Company (CGC) afirma existirem apenas 78 cópias de Action Comics #1 da leva original registradas em serviço. Estima-se que apenas 100 cópias das 200 mil impressas inicialmente ainda estejam “vivas” por aí.

Antes de serem leiloadas, as cópias passam por uma análise de estado de preservação, e, para ter uma ideia, uma Action Comics #1 considerada em ótimo estado de conservação foi vendida em setembro de 2023 a US$ 408 mil, ou cerca de R$ 2,06 milhões.

Continua após a publicidade

Agora, nesta quinta-feira (4), uma edição de Action Comics #1 com índice de conservação CGC 8,5, também considerado em ótimo estado, estabeleceu um novo recorde de vendas de HQ em leilão.

A edição foi vendida pela Heritage Auctions a US$ 6 milhões, aproximadamente R$ 30,4 milhões. Esse montante supera o maior valor pago anteriormente, de US$ 5,3 milhões, ou cerca de R$ 26,8 milhões, há pouco mais de dois anos.

Novos recordes podem ser estabelecidos

Surpreendentemente, a cópia vendida nesta semana tem a mesma qualidade de uma Action Comics #1 vendida por US$ 3,25 milhões (R$ 16,4 milhões) há apenas três anos, o que ilustra como os preços das HQ raras de super-heróis têm aumentado nos últimos anos.

O curioso sobre esses preços é que ainda existem cópias de Action Comics #1 e de Detective Comics #27, que traz a primeira aparição de Batman, em melhor estado do que a revista que foi arrematada nesta semana a US$ 6 milhões. Isso porque as peças não são colocadas à venda faz tempo, antes de os lances dispararem.

A cópia que bateu o recorde de vendas é uma edição Action Comics #1 avaliada pela CGC com um índice 8,5, ou seja, de ótimo estado. Apenas duas outras Action Comics #1 tiveram classificação superior a 8,5, mas elas não trocam de donos há décadas.