Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Homem-Aranha enfrenta novo Kraven que não tem o trauma original

Por| 30 de Outubro de 2023 às 18h40

Link copiado!

Marvel Comics
Marvel Comics
Tudo sobre Marvel

Kraven, o Caçador, é um dos personagens mais conhecidos do Homem-Aranha, principalmente após o incrível arco A Última Caçada de Kraven, em que o Amigão da Vizinhança acaba enterrado vivo. Em uma nova HQ que promove o encontro entre ambos, em celebração aos mais de 30 anos do lançamento original, o vilão recebe uma atualização que remove um trauma recorrente.

Antes de mais nada, é necessário dizer que a história de origem de Kraven, o Caçador, ficou um tanto complicada nos últimos anos. Para ter uma ideia, a versão atual que será exibida nas telonas, na adaptação da Sony Pictures, ele terá os poderes de diversos animais. E, nos quadrinhos, ele agora é um clone do Sergei Kravinoff.

Continua após a publicidade

The Amazing Spider-Man #35 apresenta Kraven, o Caçador, literalmente saindo do túmulo mais uma vez, após ser enterrado vivo por um Homem-Aranha tomado pelos “pecados psíquicos” do Duende Verde. Apesar de ter sido espancado quase até a morte, Kraven continua sorrindo, mostrando uma vantagem crítica sobre seu antecessor.

Qual é a vantagem do atual Kraven?

Em The Amazing Spider-Man #35, Peter pergunta a Kraven por que ele parece tão feliz depois de levar uma surra. Sergei começa a descrever uma voz em sua cabeça, a que não apenas o seguiu até o túmulo, mas o assombrou muito antes disso. Ele diz que seu pai sentiu a mesma voz em sua cabeça quando matou sua mãe e a si mesmo; e foi isso que o levou a colocar uma espingarda na boca e se matar também.

Ao sair do túmulo, esse clone diz que não a ouve mais. “Acabou, Aranha”, afirma, rindo de alegria. "Enfrentei a escuridão e não puxei o gatilho. Agora sei disso... não importa como eu morra, não será pela minha mão."

Continua após a publicidade

Isso muda tudo no relacionamento que Kraven tem com sua própria sanidade e com o Homem-Aranha. Além de recontextualizar as motivações do personagem, isso confirma que o suicídio do personagem original, um dos momentos mais sombrios já visto nos quadrinhos de super-heróis, foi definido por um caso fatal de falha de tratamento de sua saúde mental.

E, agora, sem a voz que limitava certas atividades, Kraven pode se tornar um vilão ainda mais mortal.