Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

DC terá um Lanterna Vermelho na Nova Era de Ouro dos Quadrinhos

Por| 26 de Julho de 2023 às 21h30

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

A DC Comics já tentou ignorar qual é um de seus maiores charmes no passado, o legado. Mas a editora percebeu, a duras penas, que os fãs gostam de ver uma geração passando o bastão para o outro, celebrando sua herança heróica. Então, uma das soluções, além de manter personagens da “velha guarda” por aí, é criar uma Nova Era de Ouro dos Quadrinhos.

Para quem não sabe, a Era de Ouro de Quadrinhos, entre 1938 e 1956, foi uma época em que a DC Comics floresceu bastante e estabeleceu ícones que estão aí até hoje. Contudo, a dificuldade de contextualizar ou atualizar grupos como a Sociedade da Justiça; e até mesmo como encaixar gerações passadas na mesma cronologia, tornaram-se um grande desafio para a editora.

Continua após a publicidade

E uma das soluções para o atual momento é revisitar a própria Era de Ouro criando uma Nova Era de Ouro: ou seja, respeitar o modelo e a estética, assim como os próprios temas e estilos narrativos da época, mas com ideias, técnicas e recursos atuais — ou seja, agregar a fórmulas que deram certo no passado as ferramentas e ideias que temos hoje.

Como será a chegada do Lanterna Vermelho à Nova Era de Ouro?

Tim Sheridan será o escritor por trás de Alan Scott: The Green Lantern, que mostrará os primeiros dias de Scott como o Lanterna Verde, sob uma nova perspectiva: segundo o autor, a série “vai lidar com amor, medo e coragem para enfrentar vilões como o Lanterna Vermelho”.

Só para lembrar, a Tropa dos Lanternas Vermelhos foi criada na fase de Geoff Johns, em meados dos anos 2000, então, os Lanternas Vermelhos não existiam na Era de Ouro. Nessa edição, contudo, introdução de um Lanterna Vermelho na Nova Era de Ouro pode mudar todo o cânone, já que, até a história dessa tropa pode ser recontada.

Continua após a publicidade

O Lanterna Vermelho da edição é Vladimir Sokov, nasceu na Rússia no início de 1900 e rapidamente se aliou aos soviéticos. Ele se tornou o primeiro "herói" da União Soviética, sob instruções do Exército Vermelho. "Este é um personagem que foi removido da linha do tempo em nosso universo e foi reinserido na existência", diz Sheridan, em entrevista ao CBR.

"Agora você pode imaginar que se seu arqui-inimigo tivesse sido removido do tempo, sua história de vida poderia ser um pouco diferente. Houve muitas mudanças na vida de Alan e aprendemos muito sobre ele nos últimos anos. Este livro nos dá a oportunidade de voltar e olhar para a vida de Alan nos anos 1930 e 1940 como um herói gay enrustido que também está aceitando sua origem como Lanterna Verde, além de lidar com seu primeiro encontro com o Lanterna Vermelho.”

Continua após a publicidade

Alan Scott: The Green Lantern tem lançamento previsto para outubro deste ano.