DC Comics já tem seu próximo grande evento após Dark Nights: Death Metal

Por Claudio Yuge | 24 de Julho de 2020 às 23h00
DC Comics

Embora a Marvel Comics e a DC Comics tenham prometido há alguns anos que diminuiriam a frequência de grandes eventos, o ritmo não diminuiu tanto assim e a esta última já tem a atração substituta de Dark Nights: Death Metal — que atualmente vem chacoalhando as estruturas da editora em mais uma saga hiperbólica de Scott Snyder em torno do Batman Que Ri e o Multiverso Sombrio. Em dezembro, teremos um arco chamado de Endless Winter.

O evento aparentemente gelado vem para fechar a temporada 2020 da DC e, por enquanto, não há muitos detalhes a respeito. A arte promocional mostra apenas a identidade visual da saga em um logo “congelado”, com a data de “dezembro de 2020”. Muita gente já vem especulando uma possível conexão com a trama noventista de A Noite Final, publicado em Liga da Justiça.

Reprodução/DC Comics

Contudo, há outra conexão que parece fazer mais sentido no momento. Talvez a editora revisite uma personagem obscura que tem justamente o pseudônimo Endless Winter. Delores Winters possui poderes de manipulação de umidade e temperatura, permitindo que ela produza ataques de gelo e frio. Criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, Delores apareceu pela primeira vez em Action Comics #20, na década de 1940, e surgiu novamente em JSA Classified #19, de 2007.

Nem sinal de 5G

Com o anúncio de Endless Winter, a DC Comics enterra de vez o último projeto deixado pelo ex-coeditor-chefe Dan Didio. O 5 Generation, ou 5G, era uma linha de títulos que abordaria a quinta geração de heróis da editora, deixando os clássicos de lado por um tempo enquanto os mais jovens assumiriam as principais revistas.

Como Didio vivia criando arcos que causavam ainda mais confusão à cronologia que Scott Snyder e Geoff Johns restabeleceram com Noites de Trevas: Metal, Renascimento e O Relógio do Juízo Final, o 5G, então perdeu força com sua saída. Só o que se manteve foi o calendário apertado de eventos, que acaba acelerando a leitura antes mesmo da conclusão da trama vigente.

Divulgação de 5G, que deve ter elementos diluídos em outras sagas (Reprodução/DC Comics)

A DC Comics, com novas diretrizes do grupo controlador AT&T/Warner, decidiu então concentrar as equipes criativas do 5G para novas propostas como quadrinhos digitais produzidos por grandes nomes, a exemplo de Matt Fraction e Warren Ellis — este último virou dúvida depois de recentes denúncias de abuso contra várias mulheres. De qualquer forma, a editora estaria construindo um selo chamado DC First Digital, que prevê reforçar suas propriedades diretamente no meio digital.

A companhia não confirma, mas somente o fato dela ter desfeito a parceria de anos com a distribuidora Diamond nos Estados Unidos mostra que ela tem mesmo planos para aproximar o contato direto com os leitores — e claro, aumentar os lucros em diferentes mídias.

Fonte: CBR  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.