Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Conheça a HQ de Calvin & Haroldo que jamais seria publicada atualmente

Por| 13 de Maio de 2024 às 20h00

Link copiado!

Bill Waterson
Bill Waterson

Da mesma forma que o diretor John Hughes foi o único capaz de entrar na mente de um adolescente para representá-lo com respeito e precisão em filmes como Clube dos Cinco e A Garota de Rosa Shocking, o quadrinista Bill Waterson consegue calçar os tênis de uma criança sobre complexidades da infância, desde momentos lúdicos até reflexões profundas sobre mortalidade e luto. Mas uma das HQs impressas nos anos 1990 jamais seria publicada atualmente.

As premiadas tirinhas de Calvin e Haroldo mostravam adultos com atitudes infantis e o hiperativo e, criativo e imprudente guri com seu melhor amigo, o tigre de pelúcia que ganhava vida em sua mente. Dessa forma, a criança acabava lidando com as tribulações de como é ser um infante tão curioso em com cada passo para enfrentar o mundo adulto

Mas, em 1994, Waterson publicou uma tirinha que nunca seria publicada nos dias atuais, após 30 anos de rápidas mudanças na sociedade. A violência escolar é um problema mais antigo do que isso nos Estados Unidos, e, em 1999 ganhou contornos ainda mais perigosos e sombrios em eventos trágicos como o tiroteio da escola de Ensino Médio chamada Columbine High School.

Continua após a publicidade

A cada tiro e pessoa morta sendo exibidos à exaustão, os estadunidenses ganharam mais uma paranóia, que escalou rapidamente do bullying entre colegas de classe para tragédias completas com muitas mortes em ataques surpresa com rifles e bombas. Isso deixou toda a sociedade exausta e insuficiente para lidar com medos muito específicos em relação à segurança das crianças.

A história em quadrinhos de Watterson não chega a citar diretamente esses tipos de eventos, até porque eles eram bem raros no começo dos anos 1990. Mas depois da rápida escalada da violência escolar em 30 anos, seria impossível dissociar essa tirinha do contexto trágico que nos aflige desde então.

Como é a tirinha?

Continua após a publicidade

Na tira, Calvin liga para a biblioteca tentando conseguir um manual de fabricação de bombas. A piada é que ele é apenas uma criança que admira explosões e não entende por que essa informação não estaria facilmente acessível. Infelizmente, nos dias modernos, uma criança que procura instruções para fazer bombas pode encontrá-las facilmente e muito rápido.

Algumas obras publicadas antes dos avanços tecnológicos e da adesão mundial à vida digital podem ser extremamente datadas de forma que só fazem sentido naquele texto — em outros podem até causar desconforto e acionar gatilhos emocionais. 

Calvin costuma ficar preso em seu mundinho de dramas e crises existenciais, em meio a muita riqueza de espírito em suas palavras. As complexidades da infância parecem bem frias e descoladas da realidade do guri, mas basta uma segunda lida que vai notar com mais precisão suas lutas que abordam temas como guerra e morte — uma das HQs mais famosas é Dead Bird, em que Calvin e Haroldo refletem sobre a mortalidade.

Continua após a publicidade

Embora Calvin & Haroldo traga um certo amargor na boca, suas histórias agridoces costumam povoar mentes de adultos e crianças, fazendo sentido até hoje. Mas Bill Watterson não poderia ter previsto o quão sombria essa tira de 1994 pareceria no ponto de vista atual sobre violência escolar.