Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Criador de Calvin e Haroldo reaparece 28 anos depois com HQ sombria

Por| 20 de Outubro de 2023 às 19h30

Link copiado!

Andrews McMeel
Andrews McMeel

O mercado de entretenimento mundial parou um pouquinho nesta semana para presenciar algo que demorou 28 anos para acontecer: o recluso e temperamental criador de Calvin e Haroldo, Bill Watterson, lançou sua primeira publicação após o fim das tirinhas do garoto e seu urso de pelúcia. E, diferente de seus álbuns anteriores, o novo trabalho tem um tom sombrio e é sugerido para adultos.

The Mysteries, publicado na terça-feira (17), é descrito por seu editor Andrews McMeel, como “uma fábula misteriosa e lindamente ilustrada sobre o que está além da compreensão humana”. A trama escrita por Watterson aborda um reino medieval afetado por acontecimentos terríveis, que revelam uma jornada surreal, ao passo que detalha o que ocorreu com os cavaleiros enviados para descobrir a origem dessas calamidades.

Uma das coisas que mais chamam a atenção na obra é o fato de Watterson ter se aliado a outro artista na produção de The Mysteries, que é composto por ilustrações em preto e branco em uma narrativa que combina pintura, desenho, fotografia e escultura. De acordo com o Polygon, que conseguiu uma rara entrevista com Watterson, a colaboração com o caricaturista Kascht levou anos para vingar.

Continua após a publicidade

Aliás, o vídeo acima, divulgado no lançamento, detalha o processo, muitas vezes frustrante, que a dupla enfrentou para encontrar um denominador comum para seus estilos e temperamentos, inicialmente incompatíveis.

Criador de Calvin e Haroldo guardou o texto por 10 anos

O criador de Calvin e Haroldo revela que escreveu The Mysteries há uma década, como tema de pintura para si mesmo, mas ficou “perplexo ao descobrir que não tinha ideia de quais deveriam ser as imagens para o que havia escrito”. “Não havia um público específico para isso e, até onde eu sabia, não era ‘ilustrável’”, disse Watterson.

Foi então que ele pediu ajuda ao amigo Kascht. “Estávamos tentando fazer imagens que não mostrassem coisas para uma história que não contasse coisas — que provavelmente foi o aspecto do livro que eu mais gostei.” Mas as coisas não foram fáceis, especialmente por conta da dificuldade de Watterson de “dividir o bebê” com outro artista — algo que ele admitiu no passado ser sua maior preocupação para licenciar HQs, adaptações ou produtos de Calvin e Haroldo.

Durante uma trabalhosa jornada de colaboração, o estilo realista e o processo metódico de Kascht colidiram com a intensa necessidade de Watterson de manter as coisas esboçadas e improvisadas. “Nosso processo era terrivelmente ineficiente e dispendioso, estávamos basicamente desenhando o mapa enquanto andávamos perdidos”, diz Watterson no vídeo.

Mas, no final das contas, a longa gestação do primeiro trabalho de Watterson após 28 anos de hiato na indústria de quadrinhos deu à luz a The Mysteries. “Trabalhar através das diferenças em direção a um propósito comum é praticamente um ato de desafio hoje em dia; e estou tão orgulhoso disso quanto de qualquer outro aspecto da colaboração”, admite o criador de Calvin e Haroldo.

Continua após a publicidade

The Mysteries por enquanto só está à venda lá fora pela editora Andrews McMeel, e ainda não há previsão de publicação no Brasil.