Google lança nova plataforma de anúncios premium YouTube Select

Por Felipe Ribeiro | 19 de Maio de 2020 às 21h00
Captura de Tela/ Felipe Ribeiro
Tudo sobre

YouTube

Saiba tudo sobre YouTube

Ver mais

De suma importância para as receitas de qualquer empresa de comunicação e entretenimento, as propagandas podem, muitas vezes, serem alvo de investigações na internet. Ora pelo abuso, ora por situações em que a segurança dos usuários possa estar em risco. Com isso em mente, o YouTube, que exibe inúmeros anúncios para seus clientes que não pagam o YouTube Premium, anunciou um novo sistema de anúncios dentro da plataforma, o YouTube Select.

Para esclarecer ao amigo leitor, esse anúncio não tem a ver com mudanças no campo das monetizações, algo que causa muita confusão quando abordamos esse tema no YouTube. Segundo a Google, o lançamento desse novo sistema tem a ver com um esforço contínuo da empresa em garantir que os profissionais de marketing possam ter mais segurança em anunciar na plataforma de vídeos.

De acordo com o vice-presidente de gerenciamento de produtos de publicidade do YouTube, Vishal Sharma, o YouTube Select é unificação do já existente YouTube Preferred (que será encerrado até o fim do ano) e demais pacotes de anúncios premium em um único produto, com muito mais segurança e confiabilidade. Com isso, o Select fornece aos anunciantes um acesso mais organizado e de melhor qualidade a criadores e editores, sempre separados por categorias.

Anúncio do YouTube Select dentro do YouTube Ads/ Imagem: Captura de Tela/ Felipe Ribeiro

"Com o YouTube Select, você pode ter certeza de que suas compras de anúncios são seguras para a marca. Você terá acesso a controles avançados de adequação da marca, bem como a opção de anunciar apenas em vídeos classificados e verificados por humanos em todas as linhas" disse Sharma, em post no blog oficial da Google.

O YouTube Select também vai lançar um pacote focado especificamente no conteúdo do YouTube e do YouTube TV que está sendo transmitido para TVs (algo que o serviço já enfatizou), além de adicionar novas formações de criadores de nicho ou futuros.

Fonte: TechCrunch, Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.