Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Teste de câmera | iPhone 15 faz ótimas fotos, mas pode melhorar

Por| Editado por Léo Müller | 04 de Novembro de 2023 às 14h00

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech

A linha iPhone 15 foi lançada em setembro e, sem surpresas, o modelo base da série chegou com poucas evoluções em relação ao antecessor, principalmente no que diz respeito às câmeras.

Com configuração traseira dupla, as imagens feitas com eles são boas, mas tem algumas limitações. Neste texto, esclareço quais são os pontos fortes e os pontos onde o iPhone 15 poderia melhorar em relação ao conjunto fotográfico.

Continua após a publicidade

Como são as câmeras traseiras do iPhone 15?

O novo iPhone 15 tem um conjunto de duas câmeras traseiras, sendo um sensor principal de 48 MP auxiliado por um ultrawide de 12 MP.

Em relação à resolução, os dois entregam um ótimo nível de definição, com qualidade bem parecida. A diferença maior, em qualidade, será notada quando a foto for aproximada ou exibida em um display maior, por exemplo.

Continua após a publicidade

Em cenários com boa iluminação, o nível de detalhes é extremamente alto. Ele também entrega uma ótima faixa dinâmica e outro ponto positivo é que, em vez de saturar bem as cores, elas são mais realistas, bem mais próximas da realidade.

Como são as selfies tiradas com o iPhone 15?

Assim como o conjunto traseiro, a câmera frontal do iPhone 15 — que tem resolução de 12 MP — também entrega excelentes fotografias, mas ela depende mais de um cenário bem iluminado.

Em ambientes externos, com bastante interferência do sol, as imagens ficam bem nítidas com detalhes bem precisos e alta qualidade. É possível captar com facilidade, por exemplo, os detalhes e marcas na pele. Da mesma forma que as câmeras traseiras, ela também oferece uma boa faixa dinâmica e cores reais.

Continua após a publicidade

Mas há um pequeno problema: ele peca um pouco em ambientes fechados. Mesmo que não seja mal iluminado, é notável que há uma perda na resolução de imagens tiradas dentro de casa, por exemplo. Neste cenário, o iPhone 15 falha um pouco para captar detalhes que seriam bem mais perceptíveis em locais mais claros.

Modo retrato

O recorte do modo retrato também é bem preciso, destacando bem o objeto principal e ofuscando o plano de fundo. O celular consegue contornar bem até partes mais complicadas, como ao redor do cabelo.

Continua após a publicidade

Isso funciona muito bem na câmera frontal e na traseira, mas o conjunto principal consegue fazer um trabalho ligeiramente melhor no recorte. Mas nada que seja tão perceptível a um olhar mais desatento.

Gravação de vídeo

A gravação de vídeo com o iPhone 15 fica com bastante qualidade. Os sensores conseguem estabilizar bastante a imagem para corrigir tremidos e a resolução é boa.

Continua após a publicidade

Mas não é perfeito. Tanto com a frontal quanto com a traseira, ele filma em, no máximo, 4K a 60 fps. Não que uma resolução 8K seja extremamente necessária ou até mesmo bastante utilizada, mas a Apple peca em não dar esta opção aos usuários, já que alguns modelos topos de linha no universo Android já contam com esse recurso.