Do iPhone XR ao iPhone 13 Pro | Como as câmeras da Apple evoluíram

Do iPhone XR ao iPhone 13 Pro | Como as câmeras da Apple evoluíram

Por Jucyber | Editado por Léo Müller | 22 de Fevereiro de 2022 às 18h35
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

Nos últimos anos, a Apple passou por um processo de evolução ainda maior nas câmeras dos seus celulares. Isso faz com que o público fique ainda mais interessado em comprar um iPhone para explorar toda a qualidade de imagem e vídeo entregue pelo produto.

Além disso, os aparelhos da gigante de Cupertino também são muito elogiados por especialistas em fotografia. Prova disso é que os modelos mais recentes se destacam em pontuação no ranking de testes técnicos do DxOMark por sempre ocuparem as primeiras posições.

E para entender o que melhorou em cada sensor de 2018 até 2021, bem como os motivos que levaram a implementação de novas opções, vamos mostrar detalhes sobre o iPhone XR, iPhone 11, iPhone 12 Pro, iPhone 13 e iPhone 13 Pro.

Quer saber o quanto as câmeras dos iPhones evoluíram e qual faz mais sentido para o seu uso atualmente? Então confira a matéria completa.

Fotos feitas com o iPhone XR

As similaridades entre as câmeras de todas as gerações

Desde o iPhone XR até o 13 Pro, a Apple sempre usa o sensor de 12 MP em sua câmera principal presente na parte traseira do dispositivo. Isso não significa que a qualidade é a mesma há gerações, mas sim que não houve mudanças na quantidade de megapixels gerados pelas imagens.

E é importante destacar que essa configuração não pode ser considerada como um fator de inferiorização dos smartphones, pois em comparação aos modelos de fabricantes concorrentes, nos quais dezenas e até centenas de megapixels são implementados em seus sensores.

Fotos feitas com o iPhone 11

Aprimoramentos que influenciam na evolução

Um dos pontos que mais influencia na forma como os iPhones captam luz para reproduzirem a imagem com a melhor qualidade possível e dependendo cada vez menos do pós-processamento de imagem é a abertura da lente.

Por estar com uma configuração em números cada vez menor e permitir uma entrada maior de luz, é notória a evolução fotográfica dos aparelhos. Ao ampliar as fotos, é perceptível que o nível de detalhes do iPhone XR é bem menor do que o visto nos sucessores.

Outro fator responsável por essas melhorias é o Deep Fusion. Disponibilizado pela Apple a partir do iPhone 11, e essa opção de funcionalidade permite que aprimoramentos sejam feitos nas imagens para dar maior definição.

A Apple sempre se destacou por disponibilizar diversas gerações do sistema iOS aos seus iPhones mais antigos. Porém, esse excesso de atualizações também impacta negativamente na maneira como os celulares da marca fotografam.

Fotos feitas com o iPhone 13 Pro

Por exemplo, o iPhone XR teve a sua velocidade de captura consideravelmente reduzida ao longo dos anos, pois o sistema operacional tenta implementar as melhorias para gerar uma imagem mais bonita, porém faz o celular demorar mais para fotografar.

Para fazer fotos com zoom, a Apple sempre disponibiliza uma aproximação do objeto de 5x em sua câmera principal. Porém, é importante destacar que o iPhone 12 Pro e 13 Pro possuem uma terceira lente para utilização do zoom óptico, a telefoto.

Com isso, eles recebem vantagens em relação aos celulares mais simples na hora da captura por proximidade. Isso porque o 12 pro é capaz de fazer uma interpolação da lente de zoom óptico 2x com o software para ter até 10x de zoom digital. Já o 13 Pro tem câmera de 3x, e isso proporciona até 15x.

Câmera principal dos iPhones XR, 11, 12 Pro, 13 e 13 Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

iPhones com melhorias na estabilização

Assim como grande parte dos celulares Android, o iPhone XR, 11 e 12 Pro possuem estabilização óptica, que consiste em um trabalho da lente juto com o software embutido no aparelho para permitir que as gravações de vídeos fiquem menos tremidas.

Porém, os iPhones 13 e 13 Pro herdaram um recurso que era exclusivo do 12 Pro Max: o Sensor Shift. Esse novo modo de estabilização embutido no sensor dos smartphones permite que os movimentos sejam corrigidos em até 5 mil vezes para garantir resultados mais atrativos.

Fotos feita com o iPhone 12 Pro

No que diz respeito a gravação em modo geral, a qualidade de filmagem evoluiu, mas não de uma maneira tão nítida quanto em fotos. Então, quem opta por um iPhone de uma linha anterior a 13 também adquirirá um ótimo celular para vídeos.

Entretanto, existem recursos que podem diferenciar o iPhone 13 Pro dos demais aparelhos. Um deles é o modo ProRes em 4K — disponível a partir da versão com 256 GB — que permite uma exploração maior da qualidade sem compressão do arquivo gerado para facilitar o processo de edição sem a perda de detalhes.

Modo noturno

O modo noturno é o “calcanhar de Aquiles” de muitas fabricantes de celular, e até mesmo da Apple. Entretanto, a Maçã tem feito aprimoramentos importantes que alinham o pós-processamento de imagem com o sensor e a abertura da lente para dar resultados mais interessantes nas fotos.

Ao fotografar um local com pouca iluminação com o iPhone XR, é notório que o aparelho tenta compensar a informação que o hardware não captura via software. Dessa forma, algumas imagens ficam com o aspecto de “preenchimento forçado” para completar a visibilidade dos objetos. No entanto, isso dá um visual artificial para as fotografias.

A abertura da lente também ganha evidência nas fotos noturnas. A entrada de luminosidade permite que ambientes com pouquíssima luz transmitam mais detalhes no resultado fotográfico.

Modo noturno com zoom 5X nos iPhones XR, 11, 12 Pro, 13 e 13 Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

Por isso, do iPhone 12 Pro em diante é possível notar uma melhoria considerável na quantidade de informação gerada pela imagem.

Em contrapartida, a evolução do iPhone 13 Pro permite que o ambiente tenha um pouco menos de iluminação em alguns pontos — em comparação com antecessores —, mas com maior nível de captura dos detalhes para dar o realismo esperado nas fotos.

Em vídeo noturno, dá para notar um nível maior de ruídos e a estabilização fica prejudicada por tentar focar em objetos menos iluminados. Mesmo o iPhone mais recente não consegue gerar ótimos resultados em gravações de noite.

Selfie

A câmera de selfies tem a maior evolução entre gerações. Isso porque o iPhone XR tinha um sensor de 7 MP, e o upgrade para 12 MP no iPhone 11 foi mantido até o 13 Pro. Porém, a principal diferença está no fato de o aparelho mais recente ter um pós-processamento de imagem melhorado.

O mesmo vale para o modo retrato, mas a diferença entre o celular mais recente e os seus antecessores é a possibilidade de fazer o contorno para deixar o fundo desfocado de maneira mais rápida.

Em ambientes com boa iluminação, os smartphones da Apple possuem diferenças mais relacionadas com a nitidez geral reproduzida na foto. Por isso, a partir do iPhone 11, qualquer opção é muito bem-vinda para o uso em redes sociais.

Câmera frontal dos iPhones XR, 11, 12 Pro, 13 e 13 Pro (Imagem: Ivo/Canaltech)

Afinal, as câmeras dos iPhones evoluíram tanto assim?

Considerando que o iPhone XR é um modelo de 2018 enquanto o 13 Pro foi anunciado em 2021, é esperado e notório que existem diferenças na qualidade de imagem gerada por eles, bem como pelo 11, 12 Pro e 13.

Mas, ao olhar todas as características implementadas em cada geração, dá para sentir que a evolução foi menor do que o esperado para um salto de quatro anos entre o aparelho mais “simples” e o premium atual.

Ao utilizar o modo noturno, é perceptível que a luminosidade do rosto e de objetos recebeu aprimoramentos ao longo dos anos por conta dos ajustes na abertura da lente e alterações no formato de trabalho do sensor.

Fotos feitas com o iPhone 13

Porém, para quem deseja um celular com ótimas câmeras — sem se apegar aos recursos diferenciados —, o iPhone 13 já é uma ótima opção.

Apesar de o 13 Pro ter mais ferramentas que possibilitam fotos e vídeos aprimorados, é importante destacar que a versão normal consegue ter o mesmo nível de qualidade nas capturas, e isso faz com que o gasto pela alternativa maior seja mais uma questão de gosto pessoal do que necessidade.

Outros iPhones em oferta

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas iPhone 13

  • iPhone 13 Apple (256GB) Azul, Tela de 6,1, 5G e Câmera Dupla de 12MP
    Fast Shop
    iPhone 13 Apple (256GB) Azul, Tela de 6,1, 5G e Câmera Dupla de 12MP
    R$ 5.799,00
  • iPhone 13 Apple (256GB) Vermelho, Tela de 6,1, 5G e Câmera Dupla de 12MP
    Fast Shop
    iPhone 13 Apple (256GB) Vermelho, Tela de 6,1, 5G e Câmera Dupla de 12MP
    R$ 5.799,00
  • Apple iPhone 13 (256 GB) - Luz das estrelas
    Amazon-
    Apple iPhone 13 (256 GB) - Luz das estrelas
    R$ 6.294,21