Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Consumidora recebe frasco com sangue pelo correio após compra na Shein

Por| Editado por Wallace Moté | 21 de Março de 2024 às 08h41

Link copiado!

Unsplash/National Cancer Institute
Unsplash/National Cancer Institute

Uma consumidora dos Estados Unidos passou por uma situação peculiar após realizar uma compra na Shein. Afinal, em vez de receber o produto pedido, o que chegou no pacote foi uma lata de feijão e um frasco de vidro com sangue humano. 

A situação foi registrada pela cliente Anna Marie em sua conta no TikTok, com vídeos que já chegaram a receber 7,5 milhões de visualizações. Após receber a embalagem, ela entrou em contato com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e com o Exact Sciences, laboratório responsável pelo tubo que estava no pacote. 

Continua após a publicidade

Após os testes, a instituição apontou que não havia nenhuma doença no sangue enviado, e que a amostra era referente a uma avaliação de um possível diagnóstico de câncer.

A preocupação se iniciou pois o envio de sangue pode ser considerado, em alguns casos, um grande risco biológico. Afinal, o conteúdo pode conter agentes que seriam transmissíveis quando expostos a humanos em determinadas condições, como Hepatite B e C, e o HIV.

Como o frasco recebido era de vidro, Marie cogita se a lata de feijão foi colocada no mesmo pacote para causar a quebra do tubo e o vazamento do sangue contido nele. 

Contudo, como isso não ocorreu e o frasco se manteve intacto, os riscos de transmissão de doença são mínimos, de acordo com o toxicologista Ryan Marino. Mesmo assim, ele apontou que o caso representa uma falha séria de logística, com potenciais consequências bem mais graves que simplesmente ter que jogar fora um “frasco nojento de sangue”. 

Empresas responderam ao caso

Após ter contatado a Shein, Marie falou com um executivo da empresa em Los Angeles. Essa pessoa afirmou ter verificado em vídeos que o conteúdo correto do pedido — um vestido — foi colocado no pacote, sem sinais do frasco ou da lata de feijão. O vídeo em questão não foi divulgado. 

Na sequência, o pacote foi redirecionado para a empresa de transportes FedEx, que não forneceu respostas para Marie. Ela ainda adicionou que foi tratada de forma “super desrespeitosa” pela companhia. 

Continua após a publicidade

Quando o caso ganhou repercussão, a FedEx fez um comunicado oficial para o portal GizModo, dizendo que “está tomando as medidas apropriadas para compreender o problema”, mas sem dar detalhes específicos. 

Já o Exact Sciences disse por email que “leva assuntos como segurança, qualidade e privacidade com muita seriedade”. Por isso, o laboratório estaria trabalhando com a empresa de transportes para descobrir como o sangue foi parar no pacote de Marie. 

Ela apontou que, daqui para frente, sempre usará luvas quando abrir pacotes novos. Além disso, ela disse que tem dúvidas se um dia realizará outro pedido da Shein novamente. 

Fonte: Gizmodo