Amazon Kindle: qual modelo comprar?

Amazon Kindle: qual modelo comprar?

Por Diego Sousa | Editado por Léo Müller | 20 de Outubro de 2021 às 13h35
Amazon

Quando o assunto é e-readers, a Amazon reina tanto no Brasil quanto no mundo com a linha Kindle. A marca vende três modelos do Kindle aqui no país: o Kindle de 10ª geração, o mais básico; o Kindle Paperwhite (2018), intermediário; e o Kindle Oasis 2019, mais caro e potente. Os preços partem de R$ 400 e vão até R$ 1,3 mil.

Mas, afinal, qual Kindle comprar? O mais caro é o melhor para você, ou o mais básico já dá conta do recado? Eu comparei os três modelos Kindle e conto tudo nos próximos parágrafos.

Amazon Kindle: qualidade da tela

Talvez a principal diferença dos modelos Kindle seja a qualidade de imagem. Todos os produtos possuem telas sensíveis ao toque com tecnologia E-Ink, que, resumidamente, é melhor para leitura em relação aos tradicionais LCD e LED por não emitir nenhuma luz para gerar as imagens, sem contar com o consumo de energia mais eficiente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Kindle 10º geração é o menor e mais básico da família. Ele conta com uma tela de 6 polegadas com 167 ppi (pixels por polegada) e quatro LEDs em volta. A definição do Kindle barato é bem abaixo dos 300 ppi presentes nos irmãos mais caros, sem contar com a luminosidade mais fraca, embora ainda permita ler com as luzes totalmente apagadas.

O Kindle (10ª geração) é o mais básico da família (Imagem: Divulgação/Amazon)

Outro detalhe importante para ficar atento em relação aos modelos Kindle é a construção. O Kindle 10ª é o único que não é resistente à água, enquanto o Paperwhite e o Oasis possuem certificação IPX8, ou seja, suportam submersão em água doce até dois metros de profundidade por até 30 minutos.

Ou seja, na prática, você ganhará em praticidade, já que ele é compacto o suficiente para caber em bolsas e mochilas pequenas, porém perde em qualidade de imagem, podendo visualizar pixels na tela e conteúdos serrilhados, além de não apresentar um display tão luminoso quanto os irmãos.

O Kindle Paperwhite, por sua vez, é o modelo intermediário e possui duas versões, uma com 6 polegadas e outra com 6,8’’. Independentemente da opção, você terá mais definição de imagem e qualidade para leitura em ambientes com pouca luz. Além disso, no Kindle Paperwhite com mais tela é possível escolher a temperatura de cor do painel, recurso ausente no Kindle 10ª geração e no Paperwhite de 6 polegadas.

O Kindle Paperwhite é visualmente parecido com o de 10ª geração (Imagem: Divulgação/Amazon)

Por fim, o Kindle Oasis é literalmente o Oásis dos e-readers. Ele tem uma tela de 7 polegadas, ótima definição para leitura, iluminação embutida com 25 LEDs e funções de ajuste de temperatura de cor, tamanho e nível de negrito nos textos. O Kindle mais caro também é resistente à água, podendo ser submerso a até dois metros de profundidade por até 30 minutos.

Apesar de o Kindle Oasis ser o melhor em tela, já é possível ter uma qualidade de imagem ótima com o Paperwhite de 6’’ e 6,8’’ polegadas, mesmo que sem todas as capacidades do modelo mais caro — e você não gastará mais de R$ 1.000 num leitor digital. Já o Kindle 10ª geração é para quem quer algo mais compacto e não se importe muito se visualizar alguns serrilhados durante a leitura.

O Kindle Oasis é o mais caro da família (Imagem: Divulgação/Amazon)

Amazon Kindle: construção e design

Cada Kindle da Amazon tem sua proposta, e isso fica claro no design. O Kindle 10ª geração e o Kindle Paperwhite de 6 polegadas têm o mesmo tamanho, com mudanças sutis apenas nas bordas. Além disso, os dois têm um corpo mais simples, de plástico, mas o Kindle mais barato não tem resistência a água e poeira — portanto nada de leituras em piscina ou praia.

O Kindle Oasis é o mais caro, portanto também é o que mais recebeu atenção em design. Ele é o maior de todos, porém traz um descanso na lateral para apoiar a mão e botões físicos dedicados para passar as páginas. Outra vantagem do Kindle mais potente é a construção de alumínio, enquanto os modelos mais simples usam plástico.

Kindle Oasis com capa (Imagem: Divulgação/Amazon)

Amazon Kindle: conectividade e funções extras

Com relação à conectividade, todos os modelos suportam Wi-Fi e não necessitam de um computador para baixar conteúdo. Entretanto, há algumas diferenças nas capacidades de armazenamento entre os modelos. O Kindle 10ª geração, por exemplo, só tem 8 GB de memória, enquanto o Paperwhite e o Oasis podem ser encontrado em versões de 8 GB e 32 GB.

Na prática, a quantidade de memória não deve fazer muita diferença, visto que os ebooks não pesam muito. Segundo a própria Amazon, todos os modelos Kindle armazenam “milhares de ebooks”.

O Kindle básico não tem resistência contra água (Imagem: Divulgação/Amazon)

Na bateria, a Amazon diz que todos os Kindle têm autonomia de até seis semanas com uma única carga, baseando-se em uma leitura diária de meia hora com o Wi-Fi desligado e iluminação no nível 13. Vale lembrar que a duração da bateria pode variar conforme as configurações de iluminação e o uso de redes Wi-Fi.

Amazon Kindle: quanto custa?

Ok, agora que passamos pelas diferenças e semelhanças entre os Kindle, você deve estar se perguntando quanto custa cada Kindle. Vamos lá:

O Kindle 10ª é o mais básico, podendo ser encontrado em versão única de 8 GB por R_jobs(data.conteudo)nbsp;400 — em algumas promoções, ele pode chegar a cerca de R$ 300, tornando-o uma opção ótima.

O Kindle Paperwhite de 8 GB, por sua vez, custa cerca de R$ 500, enquanto a versão de 32 GB passa dos R$ 600. O modelo Paperwhite também ganhará em breve uma variante com tela maior e temperatura de luz ajustável. Atualmente esse modelo está em pré-venda, mas apenas na versão com 8 GB.

Outro modelo da linha Paperwhite é o Signature Edition. Ele é idêntico à versão padrão, mas conta com carregamento sem fio. Seu preço sugerido é R$ 849, portanto eu ponderaria se recarga sem fio for uma prioridade antes de comprá-lo.

Por fim, o Kindle Oasis de 8 GB é vendido por algo em torno de R$ 1,3 mil, enquanto o modelo de 32 GB sobe para R$ 1,5 mil.

Amazon Kindle: qual comprar?

E aí, qual Kindle comprar? Após avaliar todos os modelos à venda no Brasil, acredito que o Kindle Paperwhite seja a melhor opção. Ele é apenas R$ 100 mais caro que o Kindle 10ª geração, mas as suas vantagens valem o adicional.

O Kindle Paperwhite é a melhor opção de Kindle à venda no Brasil (Imagem: Divulgação/Amazon)

Por exemplo, sua tela de 7 polegadas tem 300 ppi de densidade, isto é, oferece bem mais definição nos conteúdos quando comparado ao modelo mais simples, sem contar com a luminosidade mais forte e a resistência à água.

Se você ama livros e pode gastar um pouco mais num Kindle, o novo Kindle Paperwhite pode ser uma opção melhor que o modelo mais antigo. Ele aumenta o tamanho da tela de 6 para 6,8 polegadas, adiciona iluminação mais forte e ajuste de temperatura de luz. Entretanto, ele só está à venda na versão com 8 GB de memória.

Entretanto, caso você nunca experimentou um leitor digital e esteja com o orçamento um pouco apertado, o Kindle 10ª geração pode ser uma boa opção para quem procura apenas o básico para ler seus livros.

E aí, ainda está em dúvida sobre qual Kindle comprar? Espero que essa matéria tenha ajudado! Aproveite as nossas ofertas e boas compras!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.