Impressora 3D que fabrica pizza e chocolate chega às lojas em 2014

Por Redação | 10.12.2013 às 17:05
photo_camera Divulgação

As impressoras 3D vieram para ficar. Mais do que fazer apenas maquetes e bonecos, esses dispositivos prometem revolucionar vários setores da indústria mundial, especialmente nas áreas da medicina, com a fabricação de partes do corpo humano (olhos, orelhas e narizes), e da culinária, como o que você vai ver a seguir.

Impressoras em três dimensões que fabricam alimentos não são uma novidade. Em maio deste ano, a Agência Espacial Americana (NASA) iniciou uma campanha para apoiar o projeto de um dispositivo capaz de imprimir comida para tentar acabar com a fome no mundo. O modelo em questão utiliza versões em pó de elementos básicos para a fabricação dos alimentos que, ao serem combinados com água ou óleos, geram a comida sólida.

Mas e se você pudesse ter um aparelho desses na sua casa pagando o valor de uma impressora 3D convencional? Se depender da startup espanhola Natural Machines, todos os usuários poderão adquirir uma impressora com essa tecnologia no ano que vem. A companhia anunciou a Foodini, uma máquina que permite imprimir pizza, massas, lanches, hambúrgueres, biscoitos e outros alimentos.

Impressora 3D pizza

De acordo com Lynetta Kucsma, cofundadora da empresa, a ideia inicial era fazer com que a Foodini imprimisse apenas doces e chocolates, mas logo os criadores perceberam que podiam ampliar o cardápio do produto. No caso da pizza, o aparelho pode fabricar a massa e o molho de tomate em forma de espiral, enquanto que o queijo, temperos e outros ingredientes precisam ser acrescentados manualmente após a impressão.

Segundo os sites DailyDot e Digital Trends, o funcionamento da máquina acontece por meio de cinco cápsulas que são operadas pelos cozinheiros, que podem carregar os compartimentos com diferentes alimentos. E o melhor de tudo: não é necessária nenhuma experiência técnica ou culinária para operar o dispositivo. "É como um dispositivo de montagem, porque o aparelho não cozinha o alimento, ele apenas o mantém quente", disse Kuscma.

Além disso, a Natural Machines vai criar um livro com receitas próprias para a Foodini, mas Kuscma acredita que o aparelho ganhe uma comunidade de usuários que compartilhe as próprias criações com outras pessoas. O usuário ainda pode escolher vários formatos de impressão pelo computador, e o dispositivo, que ainda está em fase de testes, terá sua versão final semelhante à foto abaixo:

Impressora 3D Pizza

A Foodini deve estar à venda para o consumidor a partir da metade de 2014 por cerca de US$ 1.300 (R$ 3.020), segundo Kuscma. A criadora sabe que o valor ainda é muito elevado, mas destaca que "apesar do preço relativamente alto para um eletrodoméstico, a impressora é das mais baratas entre as 3D". A impressora de pizza também estará disponível em versões para bares e restaurantes em todo o mundo.

Veja a Foodini imprimindo chocolate, raviolis e vários outros alimentos: