Review Edifier W180T | Um fone de ouvido mediano com bom custo-benefício

Por Amanda Abreu | Editado por Léo Müller | 12 de Maio de 2022 às 13h24
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

O Edifier W180T, da Edifier, é um dos fones de ouvido custo-benefício da marca. Feito para quem procura esse tipo de acessório sem fios e com preço competitivo, eles prometem áudio equilibrado e de boa qualidade, além de serem leves e portáteis para carregar na bolsa.

Todavia, apesar de a reprodução de músicas possuir qualidades bem positivas a serem mencionadas, os agudos sofrem bastante para manter a fidelidade, além de mostrarem o ponto fraco do aparelho nesse tipo de conteúdo.

Porém, será que o W180T vale a pena? Pude testá-lo por quase dois dias e venho trazer a minha experiência de uso com ele. Confira na nossa análise.

Prós

  • Sons médios e graves
  • Design confortável

Contras

  • Agudos com muitos ruídos e mal reproduzidos

Design e Construção

O design do Edifier W180T é bastante simples. A versão que recebemos para teste tem sua construção feita em plástico liso na cor cinza com os encaixes de borracha na cor preta, além de uma luz indicadora no corpo do acessório. O formato é do tipo intra-auricular, o que significa que seu encaixe é feito para ser inserido no canal auditivo.

Na caixa do produto, são disponibilizados outros tamanhos desse mesmo suporte auricular, permitindo ao usuário escolher o melhor encaixe no ouvido em busca de conforto e ergonomia. Seu preço gira em torno dos R$ 200, aproximadamente.

  • Case: 30 mm x 60 mm x 45 mm;
  • Peso Case: 36 gramas;
  • Fone: 30 mm x 20 mm x 17 mm;
  • Peso Fone: 4 gramas;
  • Peso Case + Fone: 44 gramas.

A caixa de transporte e carregamento dos fones é pequena e segue o mesmo padrão de cor do fone. Ela também é de plástico liso e, assim que a paguei em mãos, senti que era bastante frágil.

Entendo que a fabricante não teria como investir muito nessa parte, mas acho que uma atenção a mais garantiria um pouco mais de robustez ao produto em si.

Há uma luz indicadora ao lado da porta USB-C no case, que mostra quando ele está em carregamento, além de o cabo também ser disponibilizado na caixa. Por fim, ele é bem leve, pequeno e fácil de carregar na bolsa ou mochila.

Edifier W180T (Imagem: Ivo/Canaltech)

O Edifier W180T é bom?

A qualidade sonora do Edifier W180T é razoável. Existem pontos em que ele é melhor e outros em que ele não se sai tão bem, mas é necessário lembrar que estamos falando de um produto que custa R$ 200, aproximadamente.

No geral, posso dizer que o W180T é um fone de ouvido Bluetooth feito para quem gosta de ouvir música de forma despretensiosa sem, necessariamente, querer uma definição sonora impecável. Falo isso, pois a qualidade do áudio é bem mediana em diversos aspectos.

Os médios são a melhor parte do fone no geral. Apesar de sentir que as músicas ficaram abafadas, não era nada insuportável ou que impressionasse de forma tão negativa. Às vezes ocorria a ausência de detalhamento entre os tons, mas nada que prejudicasse muito.

Os graves, apesar de presentes, não tinham nenhum brilho ou característica em especial. Todavia, o maior problema do Edifier ocorreu nos sons agudos. A seleção de músicas que eu escolho é focada em testar todas essas partes, e devo dizer que esse aspecto em específico me desagradou bastante, já que notei muitos ruídos no processo.

O nível de volume é bom, mas não aconselho que seja ouvido no máximo, pois notei muita distorção nessa situação. Ou seja: apesar de o codec aptX estar presente, ele não consegue compensar a falta de investimento dos drivers e outros componentes no fone.

No geral, o W180T tem qualidade sonora equivalente a seu preço. E é isso, sem nenhum outro ponto positivo ou negativo a ser mencionado.

O Edifier W180T tem fones do tipo intra-auricular (Imagem: Ivo/Canaltech)

Disponibilidade do controle touch

Assim como na maioria dos fones de ouvido TWS, o W180T também tem suporte ao controle touch para atender ligações ou escutar músicas enquanto estiver em uso. Dependendo da quantidade de toques, é possível realizar os seguintes comandos enquanto estiver ouvindo música:

  • 1 toque: tocar/pausar;
  • 2 toques: avançar;
  • 3 toques: retroceder.

Já nas ligações, funciona da seguinte maneira:

  • 1 toque: atender/desligar;
  • Tocar e segurar por 2 segundos: silenciar/retornar a ligação.
O controle por toque do Edifier W180T é feito através da parte superior do fone, na região dos símbolos (Imagem: Ivo/Canaltech)

"O Edifier W180T tem qualidade sonora mediana por um preço bastante competitivo e justo."

— Amanda Abreu

Bateria e Conectividade

A bateria do W180T é um dos pontos altos do produto, já que sua autonomia fora da case é de 07h18. Vale lembrar que essa autonomia é maior que a informada pela Edifier, que eram de 6 horas no total.

Não consegui esgotar a bateria do case — que, segundo a fabricante, promete até 24 horas com o estojo — nesse meio tempo, mas somente o fato de o fone ter duração maior que o esperado, já considero essa parte um ponto bastante positivo do modelo.

Já no pareamento com os dispositivos, é utilizado o protocolo Bluetooth na versão 5.1, garantindo uma transmissão mais rápida, estável e com menos latência, sendo sua distância efetiva de conexão em até 10 metros.

Apesar de a marca ter seu próprio app para fones de ouvido, o W180T não estava incluso na lista de aparelhos compatíveis, impossibilitando qualquer configuração feita através dele. Contudo, não considero isso algo ruim, já que estamos falando de um acessório focado e voltado ao custo-benefício.

O carregamento do Edifier W180T é feito através de um conector USB-C (Imagem: Ivo/Canaltech)

Ficha Técnica

  • Versão Bluetooth: 5.1;
  • Perfil Bluetooth: HFP, A2DP, AVRCP;
  • Codec: SBC, Qualcomm aptX;
  • Distância efetiva: 10 metros;
  • Porta de carregamento: USB-C;
  • Tempo de reprodução: cerca de 6 horas (fones de ouvido) + 18 horas (estojo de carregamento);
  • Resposta de frequência: 20 Hz – 20 kHz;
  • SPL: 92 +/- 2 Dbspl (A).

Concorrentes Diretos

Um concorrente bem parecido com o W180T é um outro fone da própria marca, o Edifier TWS X3. Como o próprio nome já diz, ele tem o mesmo formato TWS, além de ser recarregável através do case.

Ele também é intra-auricular, além de ser resistente à água (IPX5). O codec utilizado nesse modelo é o aptX, exatamente igual ao disponibilizado pelo W180T. A conectividade é feita através do protocolo Bluetooth 5.0, uma versão abaixo em relação ao modelo analisado aqui.

Edifier TWS X3 (Imagem: Reprodução/Edifier)

A bateria, juntando case e fones, disponibiliza até 24 horas de reprodução, exatamente igual ao seu irmão. Há também o controle de gestos por toque, além de ser bastante leve e portátil para levar em qualquer lugar.

Ambos possuem a mesma faixa de preço, em torno dos R$ 170 a R$ 200, aproximadamente.

Vale a pena comprar o Edifier W180T?

Ao comprar o W180T, o usuário precisa considerar que estamos falando de um fone de ouvido TWS por menos de R$ 200. É natural (e esperado) que a Edifier tenha comprometido alguns pontos em sua construção, apesar de garantir qualidade sonora positiva na reprodução de músicas e conteúdo.

A bateria tem excelente autonomia, com pouco mais de 7 horas de reprodução ininterrupta, além de o case disponibilizar até 24 horas no total. Já a qualidade sonora é razoável, principalmente se lembrarmos que existem fones mais caros que não fazem a mesma coisa.

Edifier W180T (Imagem: Ivo/Canaltech)

Os médios e graves são equilibrados, mas os agudos ficam devendo bastante, ainda mais que se tornam sem definição e cheio de ruídos e falhas durante as músicas.

Tirando essa parte, eu considero o W180T uma opção válida de custo-benefício para quem não quer gastar muito nesse tipo de acessório.