Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Próximo MacBook pode ter “trackpad infinito” como do Dell XPS 13 Plus

Por| Editado por Wallace Moté | 25 de Janeiro de 2023 às 14h26

Link copiado!

Apple
Apple
Tudo sobre Apple

A Apple pode implementar grandes mudanças de construção no próximo MacBook. Novas patentes registradas pela marca fazem menção a uma tecnologia atualizada no trackpad, que não seria limitado a uma área retangular.

De acordo com a documentação, a solução consistiria na distribuição de zonas de toque ao longo da parte logo abaixo do teclado. Desta forma, qualquer parte desta superfície pode ser utilizada para controlar o cursor, entre outras funções. A proposta é similar ao que fez a Dell no XPS 13 Plus, porém com uma área ainda maior sendo capaz de reconhecer os toques e gestos do usuário.

Continua após a publicidade

Com uma estrutura composta por materiais metálicos e vidro, o produto ainda teria suporte para respostas táteis aos comandos realizados no trackpad. A solução pode trazer ideias semelhantes às vistas em rumores relacionados aos próximos iPhones, em que os botões de liga/desliga e volume seriam substituídos por superfícies hápticas.

Este novo design de MacBook também tem como objetivo reduzir a espessura do notebook, o que é possível por meio do posicionamento mais espalhado dos atuadores.

Outra patente relacionada com os supostos planos da Apple já tinha sido registrada anteriormente. Trata-se de uma tecnologia que ilumina ícones no trackpad de notebooks, que viabiliza uma espécie de “trackpad dinâmico virtual”.

Na prática, isso significa que o usuário poderia ter mais opções de personalização com o trackpad, ao delimitá-lo apenas à área que deseja, por exemplo. Também seria possível obter um teclado numérico em momentos oportunos, entre outras alternativas.

Durante a CES 2022, a LG apresentou um conceito relativamente parecido com o Gram Style. O produto da marca coreana tem um trackpad “escondido”, com iluminação suave em LED na parte inferior — sendo visto como uma evolução da ideia apresentada pela Dell.

Não é possível afirmar quando (ou se) as tecnologias descritas nos documentos serão efetivamente utilizadas nos MacBooks. Afinal, em alguns casos, o registro de patentes também pode servir como um aparato para que marcas concorrentes não copiem tecnologias sem a devida autorização.

Fonte: Gizmochina