Tim Cook alerta Donald Trump que tarifas sobre a China favorecem Samsung

Por Felipe Ribeiro | 19 de Agosto de 2019 às 12h15
Chip Somodevilla/Getty Images
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Em reunião que aconteceu na última sexta-feira (16), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o CEO da Apple, Tim Cook, falaram sobre as taxações impostas pelo governo americano sobre a China, em uma guerra comercial que parece não ter fim. Segundo Trump, que recebeu o executivo da Maçã em seu clube de golfe em Bedminster, em Nova Jersey, Cook teria dado "argumentos bem convincentes" sobre como as taxas prejudicariam a Apple e beneficiariam a Samsung, principal concorrente da gigante de Cupertino e maior fabricante de smartphones do mundo.

"Eu tive uma reunião muito boa com o Tim Cook", disse Trump. “Eu tenho muito respeito por Tim Cook, e ele estava falando comigo sobre as tarifas. Ele deu um bom argumento, explicando que a Samsung é sua concorrente número um e que ela não está pagando tarifas porque está na Coreia do Sul", disse o presidente, a repórteres dos veículos Bloomberg, CNBC e Fox News, no caminho de volta à Washington.

A maioria dos produtos da Apple é montada na China e estará sujeita a um imposto de importação adicional de 10% no final deste ano. Isso entrará em vigor em 1º de setembro para dispositivos como o Apple Watch e o AirPods, embora a programação para iPhone, iPad e MacBook não seja atingida até 15 de dezembro, um atraso feito para não comprometer a temporada de compras de fim de ano.

A Samsung possui uma cadeia de suprimentos mais diversificada, com grande parte de sua fabricação localizada na Coreia do Sul e no Vietnã. Como tal, a empresa não será tão atingida pela atual guerra comercial do governo Trump com a China. Rumores dão conta, no entanto, de que a Apple estaria pensando em transferir mais de sua fabricação para outros lugares.

Apple Watch deve ser um dos produtos afetados com as novas taxações sobre a China

"Ele [Tim Cook] disse que é difícil para a Apple pagar tarifas se estiverem competindo com uma empresa muito boa que não as paga. Eu disse: "Que bom competidor?" Ele disse que eles [Samsung] são um concorrente muito bom. Por isso, a Samsung não está pagando as tarifas porque eles estão localizados em um local diferente, principalmente na Coréia do Sul. E eu achei que ele deu um argumento muito convincente, então estou pensando nisso", explicou o mandatário.

Além desse detalhe da reunião, Trump adiantou aos repórteres que Cook revelou que a Apple deve fazer grandes investimentos nos Estados Unidos em um futuro próximo, mas sem maiores detalhes de onde que esse dinheiro será aplicado.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.