Sony vende fábrica em Manaus para a Mondial e se prepara para sair do Brasil

Sony vende fábrica em Manaus para a Mondial e se prepara para sair do Brasil

Por Felipe Ribeiro | 07 de Dezembro de 2020 às 12h43
Kazuhiro Nogi/AFP/Getty Images

A fabricante brasileira Mondial deu um de seus maiores passos em 20 anos de história. A empresa confirmou a compra da fábrica da Sony, localizada na Zona Franca de Manaus, e, de quebra, anunciou que entrará nos mercados de televisores, ar-condicionado e micro-ondas. Os valores do negócio não foram divulgados.

Depois que a Sony anunciou que deixaria o Brasil oficialmente, a Mondial viu a possibilidade de aumentar sua produção em Manaus, já que também conta com uma planta por lá, além de expandir seu portfólio de produtos. Segundo o Estadão, a empresa já queria começar a fabricar televisores e outros itens, como ar-condicionado e micro-ondas.

Hoje a empresa tem uma fatia de 36% do mercado de batedeiras e liquidificadores, entre outros eletroportáteis, com expectativa de fechar 2020 com quase R$ 3 bilhões de faturamento. A planta da Sony conta com mais de 27 mil metros quadrados de área construída e abrigava pouco mais de 200 funcionários.

Planta da Sony na Zona Franca de Manaus/ Imagem: Sony/Arquivo Institucional

A compra da fábrica, no entanto, não garante os empregos desses trabalhadores. Mas, segundo Giovanni Marins Cardoso, sócio-fundador da Mondial, haverá um processo seletivo para a contratação de 200 novos funcionários e a inscrição das pessoas que trabalhavam para a Sony é esperada. Vale lembrar que, na atual fábrica da Mondial em Manaus, existem 240 postos de trabalho.

A Mondial vai assumir a fábrica no dia 1º de fevereiro de 2021, quando a Sony deve efetivamente deixar o país.

Fonte: Estadão

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.