Nubank reduz faixa de preço de IPO em 20%

Nubank reduz faixa de preço de IPO em 20%

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 01 de Dezembro de 2021 às 17h43
Divulgação/Nubank

A oferta inicial pública de ações (IPO) do Nubank deve ter um preço inferior ao indicado inicialmente, que variava entre US$ 10 (R$ 56) e US$ 11 (R$ 61). Um corte de 20% levou os papéis a um preço de US$ 8 (R$ 45) a US$ 9 (R$ 50). Com isso, se a oferta sair pelo valor máximo, o IPO deve movimentar US$ 2,8 bilhões (R$ 15,7 bilhões).

O Nubank já tem âncoras interessados em comprar US$ 1,3 bilhão (R$ 7 bilhões) no IPO — o que representa quase metade da oferta. Quem devem ancorar a operação são Sequoia, Tiger, Softbank, Dragoneer, Baillie Gifford, Sands Capital, Invesco, e fundos do Morgan Stanley e do J.P. Morgan.

Ao reduzir o preço, o Nubank vai estrear na bolsa de valores avaliado entre US$ 36,8 bilhões (R$ 206 bilhões, se considerado o preço mais baixo estimado dos títulos) e US$ 41 bilhões (R$ 230 bilhões no ponto máximo da oferta).

Nubank baixou expectativa de preço de ações (Imagem: Divulgação/Nubank)

Inicialmente, a fintech pretendia atingir US$ 50 bilhões (R$ 280 bilhões) em valor de mercado. Segundo a agência Bloomberg, o Nubank passou a discutir a redução da faixa de preço em razão do grande sell-off de ações de tecnologia após o surgimento da nova variante ômicron do novo coronavírus. Um dos motivos é a necessidade de evitar riscos.

É possível que, ainda assim, ele chegue à bolsa de valores com valorização expressiva em relação à última rodada privada. A transação ocorreu em junho, quando o banco obteve US$ 750 milhões (R$ 4 bilhões) com a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, e as gestoras brasileiras Verde e Absoluto Partners. Na época, foi avaliado em US$ 30 bilhões (R$ 168 bilhões).

Quando é o IPO

A estreia do banco digital nas bolsas de valores de Nova York (Nyse) e de São Paulo (B3) está marcada para 9 de dezembro. Os clientes da plataforma já podem reservar recibos de depósito brasileiros (Brazilian Depositary Receipts – BDRs).

Os BDRs são frações de ações de empresas que figuram em bolsas de valores estrangeiras. Eles podem ser comprados e vendidos na B3. É um investimento que tem comportamento semelhante ao das ações: seu valor sobe e desce de acordo com as oscilações do mercado e a oferta e a demanda dos papéis da empresa.

Oferta inicial pública de ações está marcada para 9 de dezembro (Imagem: Divulgação/Nubank)

Os títulos podem ser comprados diretamente no app da fintech ou nas plataformas NuInvest até 7 de dezembro. Basta identificar a área de IPO e seguir o passo a passo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.