Jeff Bezos deixa cargo de CEO, mas segue como conselheiro estratégico da Amazon

Jeff Bezos deixa cargo de CEO, mas segue como conselheiro estratégico da Amazon

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 05 de Julho de 2021 às 17h30
Divulgação/Amazon

É oficial: Jeff Bezos, fundador da Amazon, deixou o cargo de CEO da empresa no aniversário de 27 anos da companhia. A posição passa a ser ocupada por Andy Jassy, enquanto Bezos vai se dedicar à criação de novos produtos.

Brian Olsavsky, diretor financeiro da Amazon, diz que se trata apenas de uma reestruturação de atividades. Bezos vai atuar como conselheiro estratégico do CEO. Transições assim são comuns: ocorreu na Microsoft, quando Bill Gates saiu do cargo, e no Google, na saída de Eric Schmidt.

O executivo tem 10% das ações da Amazon, o que faz dele o maior acionista individual da corporação. Com isso, pode moldar as decisões do novo CEO — especialmente se houver discordância em relação ao direcionamento estratégico da companhia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Reuters/Brendan McDermid/Files

"O papel do presidente do conselho é manter o CEO no caminho”, explica Russ Mould, diretor de investmento da AJ Bell. “Bezos vai continuar no negócio para oferecer orientação em uma série de aspectos estratégicos”, completa.

Bezos tem patrimônio líquido total de US$ 203 bilhões (mais de R$ 1 trilhão), de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg, e deve agora se dedicar a alguns projetos pessoais. O executivo já declarou que vai investir mais tempo na luta contra as mudanças climáticas e na supervisão do jornal The Washington Post.

Além disso, uma de suas primeiras aventuras deve ser um lançamento de foguete de outra de suas empresas, a Blue Origin, marcado para 20 de julho. Bezos estará acompanhado de seu irmão, Mark, um passageiro anônimo que pagou US$ 28 milhões (algo como R$ 142 milhões) pelo assento e Mary Wallace "Wally" Funk, de 82 anos, convidada especial de Bezos — Wally passou pelo treinamento para astronautas na década de 1960, mas não foi ao espaço por ser mulher.

Quem é Andy Jassy

Jassy chegou à Amazon em 1997 e, atualmente, é um executivo de alto escalão da empresa: desde 2003, ele comanda a Amazon Web Services (AWS), a plataforma de computação em nuvem da companhia. A AWS representa 42% dos lucros totais da Amazon e foi fundamental para transformar a organização de comércio online em fornecedora de tecnologia empresarial.

Imagem: Reprodução/Steve Jurvetson/Wikipedia

Com isso, a Amazon passou a competir diretamente com empresas como Microsoft, Google e Oracle. Além disso, se consolidou como uma corporação de infraestrutura de internet. O modelo de negócio da AWS aposta em "margens baixas, volumes altos” e oferece suporte a empresas de streaming como Spotify e Netflix, bem como a parte do serviço civil do Reino Unido e até à Agência Central de Inteligência (CIA) dos EUA.

Jassy é mais incisivo que Bezos sobre alguns temas sociais. No ano passado, ele tuitou sobre a morte de Breonna Taylor. “Se os departamentos de polícia não forem responsabilizados pelas mortes de negros nos EUA, nunca teremos justiça e mudança nem seremos o país que queremos (e afirmamos) ser."

Fonte: Sky News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.