Google Pay oferecerá suporte a transações financeiras internacionais

Google Pay oferecerá suporte a transações financeiras internacionais

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Maio de 2021 às 13h10
Reprodução/Mika Baumeister (Unsplash)

O Google Pay vai transpor as barreiras econômicas entre países pela primeira vez. O serviço passará a ter suporte em transações internacionais, o que permitirá o envio e recebimento de quantias de pessoas físicas em países distintos. Para viabilizar as operações, o Google firmou parceria com a Western Union e a Wise — ambas serão integradas ao app do Google Pay.

Segundo o site TechCrunch, a Gigante da Web inicialmente liberará os pagamentos para usuários dos Estados Unidos, Índia e Singapura. As transferências de dinheiro só poderão ocorrer entre pessoas dos EUA para os outros dois países, sem possibilidade de fazer o caminho contrário (indianos e singapurenses não poderão remeter valores para os norte-americanos neste momento).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ainda não foi informado se essas transações serão processadas de modo instantâneo, como é feito com os pagamentos atuais, ou se podem levar dias para ser concluídas, como geralmente acontece quando se usa este tipo de serviço.

A parte interessante é que os remetentes terão acesso à quantia exata, em moeda local, que os destinatários receberão. Também não haverá cobrança de taxa extra pela transação pelo Google, nem por parte das operações efetuadas pela Western Union — até o dia 16 de junho, elas serão ilimitadas também. A Wise cobrará a taxa de câmbio real e encargos adicionais de transferência, mas o primeiro envio será gratuito para novos clientes em pagamentos de até US$ 500.

Como parte da parceria, a Western Union permitirá os pagamentos internacionais no Google Pay em mais de 200 países, enquanto a Wise — anteriormente conhecida como TransferWise — estenderá o suporte a mais de 80 países.

Concorrência com o Paypal

Passada a fase de testes, a intenção da Gigante das Buscas é expandir as transações internacionais para todo o mundo. A mudança marca a entrada da empresa Alphabet, gestora do serviço, no mercado de remessas de dinheiro online.

O Paypal hoje talvez seja o principal concorrente do Google Pay em nível mundial (Imagem: Divulgação / PayPal)

Este passo é uma clara tentativa de rivalizar com o PayPal e outras ferramentas de pagamento online, que já têm suporte e envio de dinheiro entre usuários com conta na plataforma. Aqui no Brasil, o serviço possibilita adicionar saldo na conta via transferência bancária, boleto ou cartão de crédito.

Essa iniciativa pode beneficiar o próprio Google, que precisa fazer remessas internacionais para remunerar youtubers e usuários do serviço Adsense, por exemplo. Quem reside fora dos EUA precisa realizar a operação com bancos que ofereçam suporte a transferências internacionais ou contratar um intermediário para concluir o processo.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.