Fintech Ramp recebe investimento de US$ 300 mi e valorização vai a US$ 3,9 bi

Fintech Ramp recebe investimento de US$ 300 mi e valorização vai a US$ 3,9 bi

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 24 de Agosto de 2021 às 23h40
Divulgação/Ramp

Nesta terça-feira (24), uma rodada de investimentos liderada pelo Fund Founders de Peter Thiel fez a fintech Ramp, que oferece cartões corporativos e softwares para administrar despesas de funcionários, ser avaliada em US$ 3,9 bilhões (R$ 20,5 bilhões). Com o aporte de US$ 300 milhões (mais de R$ 1,5 bilhões), a avaliação da empresa mais do que dobrou.

Na sexta-feira (20), a Ramp já havia anunciado a compra da Buyer. A companhia é uma plataforma de “negociações como serviço” que ajuda empresas a cortarem custos. É a primeira aquisição da Ramp e os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

Imagem: Divulgação/Ramp

O interesse dos investidores pelas fintechs aumentou com as mudanças na forma como os consumidores usam serviços financeiros — especialmente impulsionadas pela pandemia. Com isso, investidores globais como Sequoia Capital, Tiger Global e SoftBank Group passaram a atuar mais no setor.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A Ramp oferece cartões virtuais e físicos, dá 1,5% de cashback em todas as compras e é usada por muitas empresas. A startup ganha dinheiro ao receber uma parcela da taxa paga pelo comerciante quando o cliente gasta no cartão. A empresa compete com a American Express e outras startups, como a Brex, e produtoras de software de controle de despesas, como Expensify e SAP Concur.

Fonte: Tilt

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.