Apple confirma compra do Shazam por algo em torno dos US$ 400 milhões

Por Redação | 11 de Dezembro de 2017 às 17h25
Tudo sobre

Apple

Na manhã desta segunda (11), fontes próximas à Apple revelaram que a empresa estaria quase batendo o martelo na compra do Shazam, o serviço que descobre que música está tocando por você. Agora, no período da tarde, a companhia de Cupertino veio a público confirmar a aquisição, cujo valor não foi divulgado, mas foi de algo na casa dos US$ 400 milhões.

A Maçã disse estar emocionada com a chegada do Shazam à e sua equipe à Apple. O anúncio oficial segue dizendo que "desde o lançamento da App Store, o Shazam tem sido consistentemente classificado como um dos apps mais populares para o iOS e, hoje, é usado por centenas de milhares de pessoas em todo o mundo, em várias plataformas". Sendo assim, "o Apple Music e o Shazam são um ajuste natural, compartilhando uma paixão pela descoberta de músicas e oferecendo excelentes experiências musicais aos usuários"

O acordo entre Apple e Shazam vinha sendo firmado há cerca de cinco meses, segundo as fontes do TechCrunch, e a negociação somente foi firmada com a Maçã depois de o serviço ter conversado com outras empresas interessadas, incluindo Snapchat e Spotify.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O grande atrativo do Shazam é o reconhecimento musical por meio do app, permitindo que os usuários capturem um trecho da música para descobrir qual seu nome, e seu autor. Ao longo dos anos, o Shazam se tornou cada vez mais popular, muito graças à adição de novos recursos, como a possibilidade de comprar músicas com a integração de serviços de streaming, e a exibição de gráficos de músicas mais populares.

Segundo outra fonte do TechCrunch, "o Shazam deveria ter migrado para o streaming de músicas há anos, e isso é uma razão pela qual o acordo com a Apple faz tanto sentido". Afinal, depois do imenso sucesso do iPod, a Maçã vem encarando a música como uma oportunidade para levar seus negócios a um outro patamar, investindo pesado no Apple Music recentemente, que é o concorrente do Spotify – atual líder deste mercado.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.