Novo Chrome tem mudanças de interface, pesquisa e adaptação ao notch

Por Wagner Wakka | 04 de Setembro de 2018 às 19h08
photo_camera Divulgação/Google
Tudo sobre

Google

A Google lançou nesta terça-feira (4) a nova versão do Chrome para Windows, Mac, Linux, iOS e, claro, Android. A versão 69 chega em comemoração aos 10 anos do navegador com mudanças no design, melhorias de desempenho e novidades também para desenvolvedores.

Cara e funções novas

Para começar, agora o Chrome está com nova interface. O desenho segue parâmetros novos para unificar a linguagem visual de todos seus serviços, princípios de design chamados pela empresa de Material 2.

Bordas são mais arredondadas e há mais possibildiades de customização (Foto: Divulgação/Google)

Na prática, isso fez com que o navegador, tanto nas versões web quanto mobile, ficasse com as arestas mais arredondadas. Ainda, novos ícones foram introduzidos sendo que a empresa abandonou as cores chapadas por uma paleta mais suave. A ideia é “tornar a navegação mais simples”, bem como “melhorar a produtividade”, informa Ellie Powers, líder do Chrome. A barra de busca também foi jogada para a parte inferior na versão do iOS.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além das mudanças visuais, algumas novidades são perceptíveis logo de cara. A empresa melhorou a resposta de busca no navegador. Além de ter uma inteligência artificial mais acurada para prever o que o usuário quer encontrar, dependendo da busca, ele já informa na própria barra o resultado.

Algumas informação já são mostradas direto na barrada de preenchimento automático (Foto: Divulgação/Google)

Por exemplo, caso se procure a definição de uma palavra ou mesmo qual a temperatura no momento, a resposta já aparece antes mesmo de executar a busca.

Merece destaque também uma novidade no arquivamento de senhas no navegador, sendo que o Chrome pode criar uma senha aleatória, salvar e compartilhar entre vários dispositivos com a mesma conta Google.

Sistema sugere password, guarda e compartilha com devices conectados na mesma conta (Foto: Divulgação/Google)

Ainda em termos de visual e funções, agora é mais fácil de personalizar o navegador, não somente colocando um novo tema, bem como adicionando uma foto ao fundo de tela de de uma nova aba.

Por fim, a Google adicionou novas ferramentas para facilitar a criação de atalhos para sites favoritos

Segurança

Uma das modificações importantes desta nova versão é que a Google modificou a categorização para sites que ainda utilizam HTTP. Com o objetivo de forçar criadores a atualizarem para o HTTPS, a Google não vai mais listar como “seguros” sites que que não estejam neste novo protocolo.

Ainda, ela informa que vai deixar o ícone do cadeado para sites HTTPS, apenas. Contudo, na próxima atualização (Chrome 70), ela pretende informar que sites com HTTP sejam indicados como “não seguros”.

Sites HTTP pasarão a não ser mais indicados como seguros (Foto: Divulgação/Google)

Desenvolvimento

As principais novidades, contudo, são direcionadas para desenvolvedores, sobretudo relacionadas a funções em CSS. A lista é enorme, mas as principais novidades foram apresentadas neste vídeo, publicado no YouTube:

Agora, é possível fazer o “CSS Scroll Snap”, em que fotos em galeria deslizam de forma mais natural e macia, sobretudo em plataformas touch, um detalhe há muito pedido pela comunidade.

O Chrome 69 também agora é capaz de se adaptar ao notch da Apple. Isso significa que a página cria uma margem extra para prevenir que conteúdos sejam sobrepostos em aparelhos com este design.

Update permite criar bordas para aparelhos com notch (Foto: Divulgação/Google)

Por fim, esta versão também adiciona a criação de paleta de cores em degradê radial, conforme a imagem abaixo:

Exemplo de degradê radial (Foto: Divulgação/Google)

A lista completa de novidades para desenvolvedores está disponível no blog da Google.

A atualização está sendo lançada aos poucos em cada localidade. Você pode verificar se seu dispositivo já pode ser atualizado buscando o update para versão web, no Android, ou iOS.

Fonte: Google Blog, Google Dev

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.