Nokia, Ericsson e Sony desistem de participar da MWC 2021 por causa da pandemia

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 10 de Março de 2021 às 17h00
Divulgação/MWC

A MWC, maior feira de telefonia móvel do planeta, corre o risco de não acontecer pelo segundo ano consecutivo. Depois do cancelamento em 2020 por conta da pandemia de COVID-19, que ainda estava no início quando o evento seria realizado, a edição 2021 foi agendada mais para o meio do ano, mas já começa a ter desistências.

Ao menos três grandes empresas já anunciaram que não pretendem comparecer à feira em Barcelona, marcada para junho: Nokia, Ericsson e Sony. Destas, apenas a primeira deixou aberta a possibilidade de realizar eventos virtuais, enquanto as outras duas declararam que não pretendem participar de maneira nenhuma.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A Nokia emitiu um comunicado à imprensa em que diz não pretender ter “presença física” na MWC 2021. A companhia destaca a importância da saúde de consumidores, parceiros e funcionários e diz que “devido à natureza internacional do evento e como a vacinação ainda está em fase inicial, decidimos participar apenas no evento virtual”. Você pode ver o comunicado na íntegra abaixo, em inglês, na publicação do analista da Apollo Research, Patrick Moorhead.

Já Ericsson e Sony só disseram que não participarão do evento. A desistência da primeira é um dos maiores desfalques, visto que a Ericsson costuma ter um dos maiores espaços na MWC.

Por ora, apenas as três empresas se manifestaram contrárias à realização de um evento presencial em Barcelona este ano. A MWC 2021 está marcada para junho, mas, assim como no ano passado, corre o risco de acabar cancelada novamente caso a GSMA não consiga convencer parceiros suficientes a manterem a presença.

Em 2020, o evento foi cancelado poucas semanas antes do que seria o seu início, marcado para a última semana de fevereiro, depois da desistência de várias empresas e o avanço da pandemia na Europa, ainda em estágio inicial à época.

Fonte: Android Central (via)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.