Tidal é acusado de inflar número de assinantes desde 2015

Por Redação | 20 de Janeiro de 2017 às 19h02

A reputação do Tidal, serviço de streaming de música do rapper Jay-Z, não está das melhores ultimamente. Depois de ser acusado de realizar cobranças mesmo após o cancelamento de assinaturas, agora o serviço também é suspeito de mentir sobre seu real número de assinantes, e o pior, desde seu lançamento.

Segundo o jornal norueguês Dagens Næringsliv, a publicação revisou documentos internos do Tidal, incluindo relatórios sobre pagamentos a gravadoras, que mostram uma grande discrepância entre o número de assinantes que a empresa estava divulgando, desde o ano de seu lançamento, e a realidade.

Quando Jay Z anunciou, em setembro de 2015, que o Tidal atingiu 1 milhão de assinantes, por exemplo, recibos de pagamentos a gravadoras mostram que o real número foi de cerca de 350 mil. Já em março de 2016, a empresa revelou ter atingido a marca de 3 milhões de assinantes, mas documentos acessados pelo jornal mostram que a soma foi de apenas 850 mil.

Coincidentemente, no início desse mês, o até então CFO e COO do serviço de streaming de músicas deixou a empresa, devido a uma suposta disputa relativa à liberação do número de assinantes do Tidal.

Procurada pelo jornal norueguês, a empresa não retornou o pedido de comentário sobre o assunto.

Fonte: (Via) The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.