Uber encerra sua operação de patinetes em São Paulo

Uber encerra sua operação de patinetes em São Paulo

Por Rui Maciel | 15 de Julho de 2020 às 07h45

E eis que a aventura do Uber no mercado de aluguel de patinetes em São Paulo durou pouco. Iniciada em março deste ano, a operação da empresa envolvendo este tipo de meio de transporte foi encerrada na capital paulista e não voltará. O fato, inclusive, já teria sido confirmado pela empresa.

Segundo o blog Avenidas, o fim do serviço decorre de uma decisão global do Uber, que encerrará a sua operação no mercado de patinetes - e bicicletas - também em outros países, mais precisamente sob a marca Jump. Em maio último, a companhia fez um acordo com a Lime e repassou esses equipamentos para essa última, além de investir US$ 170 milhões na companhia - tamém é possível alugar os patinetes da Lime via app da Uber.

Patinete Uber: serviço teve curta duração no Brasil

Uma das líderes do mercado de aluguel de patinetes e bicicletas, a Lime chegou a atuar no Brasil, mas deixou o país em pouco mais de seis meses (julho de 2019 a janeiro de 2020). Ela estava presente em São Paulo, Rio de Janeiro e outras dez cidades. Assim como a Uber, a companhia também passa por dificuldades, tendo seu valor mercado reduzido à metade (de US$ 1 bilhão para US$ 510 milhões em maio)

Como o setor de mobilidade foi um dos mais atingidos pelo coronavírus - já que boa parte da população precisou ficar em quarentena - a Uber tem tentado se reinventar, já que o número de corridas sofreu uma queda sensível - 70% em março, 80% em abril nas grandes cidades e até 94% em outras localidades. Além disso, a empresa demitiu quase sete mil funcionários nos úlitimos meses e ainda fechou dezenas de escritórios nos Estados Unidos.

"Estamos vendo alguns sinais de recuperação, mas ela sai de um buraco profundo, com visibilidade limitada de velocidade e forma", disse Khosrowshahi em nota aos funcionários em maio. O braço de entrega de alimentos da empresa, o Uber Eats, tem sido um alívio para a receita, mas "o negócio hoje não chega perto de cobrir nossas despesas", acrescentou. Os mais afetados por essa decisão são os colaboradores norte-americanos. De todos os 26,9 mil trabalhadores que a companhia tinha no ano passado, 40% deles estavam nos Estados Unidos. Um dos escritórios em São Francisco, por exemplo, tem mais de 500 funcionários.

O CEO da Uber, Dara Khosrowshahi: empresa precisa reinventar seus serviços para enfrentar a crise do coronavírus

Agora, a companhia passa a investir em outros serviços aproveitando a sua ampla frota de carros - a partir dos motoristas parceiros, claro. Recentemente, a empresa entrou na seara da Loggi e passou a realizar entregas de pacotes e outros itens por meio do Uber Flash. Além disso, ela também virou concorrente de serviços como Rappi e iFood, ao habilitar o Uber Eats para permitir compras de supermercados - ação realizada com o apoio da Cornershop, especializada nesse tipo de operação. Inicialmente, essa modalidade alcança 11 cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Salvador, Recife, Goiânia e Campinas.

O Canaltech entrou em contato com a Uber para confirmar o encerramento do seu serviço de patinetes em São Paulo. Em nota, afirmou:

No dia 7 de maio, a Uber anunciou a fusão da Jump, sua divisão de micromobilidade, com a empresa Lime, que está dando seguimento a uma operação combinada nas cidades que atende. Com essa fusão, as operações de patinetes elétricos da Uber em São Paulo e Santos, suspensas desde o início da pandemia, foram descontinuadas.

 A Uber continua acreditando firmemente na micromobilidade e em seu poder para transformar positivamente as cidades e reconhece que a escala e o foco da Lime serão fundamentais para avançar com essa transformação. Por meio do aplicativo da Uber, nossos usuários continuarão tendo acesso aos veículos operados pela Lime onde a empresa tiver atividades.

Fonte: Blog Avenidas

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.