Transações imobiliárias online crescem 402% no Brasil no primeiro semestre

Transações imobiliárias online crescem 402% no Brasil no primeiro semestre

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 20 de Setembro de 2021 às 18h20
Envato/twenty20photos

O primeiro semestre de 2021 teve um pico no mercado imobiliário no Brasil. Em junho, o crescimento do consumo online no segmento foi 402% maior que no mesmo período de 2020. Um mês antes, em maio, o interesse foi 502% maior que no ano anterior. Os dados são da Criteo, especialista em Commerce Media, que analisou as transações online no país nesse período a partir de interações orgânicas.

Com a pandemia, o mercado imobiliário teve de adotar novas estratégias para atingir os consumidores e os anúncios em vídeo ganharam espaço no setor. O estudo “Inside Video”, da Kantar Ibope Media, aponta que, em 2020, 99% dos brasileiros assistiram a TV, streaming ou vídeos ao vivo nas redes sociais em vários aparelhos.

Imagem: Reprodução/Envato/Pressmaster

Esse novo espaço chamou a atenção de profissionais de marketing, que passaram a investir nele para publicidade. No início de 2021, a Quinto Andar anunciou aumento de 150% no investimento em marketing. O Grupo Zap registrou crescimento de 158% nas pesquisas de propriedades com passeios virtuais. O número de anúncios de tours virtuais cresceu 51% de maio a julho.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Tiago Cardoso, diretor geral Latam da Criteo, diz que há um fator em comum entre as grandes empresas desse mercado, como Quinto Andar e Loft: a crescente presença online e o uso de técnicas de marketing em vídeo. “De parcerias com influenciadores a conteúdo em diferentes plataformas e canais de mídia social, elas têm conseguido aumentar o engajamento e gerar valor.”

Ele diz que campanhas ativas de vídeo online têm se mostrado uma fonte importante de engajamento e conversão no mercado imobiliário. “Principalmente agora que os consumidores precisam de uma forma mais simples e rápida de verificar se o imóvel é o que procuram”, afirma.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.