Samsung enfrenta novos problemas de aquecimento com processadores Snapdragon

Por Redação | 28 de Outubro de 2015 às 11h33

Você deve se lembrar que, no ano passado, as relações entre Samsung e Qualcomm se estremeceram quando a fabricante sul-coreana decidiu não utilizar o processador Snapdragon 810 em seus produtos devido a problemas de superaquecimento, optando pelo Exynos, seu chip proprietário, enquanto a parceira resolvia a questão. Com o lançamento da versão 820 do componente, porém, tudo parecia estar bem até agora, pois rumores recentes apontam que a temperatura de operação continua acima do normal também nesta nova edição.

Os boatos surgiram nas linhas de montagem chinesas, mas desta vez aparecem com um caráter um pouco diferente. Em vez de abandonar a aliança novamente, a Samsung estaria disposta a ajudar a Qualcomm a resolver os problemas, mostrando uma disposição maior de utilizar um processador da linha Snapdragon nas próximas versões de seus celulares top de linha.

Na época dos problemas iniciais com o modelo 810, a Qualcomm admitiu os problemas e sofreu um grande baque quando um de seus principais expoentes, o Galaxy S6, chegou ao mercado sem sua presença. Com o 820, entretanto, o foco sempre esteve nas novidades em termos de performance e não se sabe o que estaria levando a Samsung e colocar a mão na massa para ajudar a fabricante a resolver seus problemas. O principal boato se relaciona a questões contratuais, principalmente devido à ausência dos chips na geração passada de equipamentos, o que “obrigaria” a fabricante a usá-los agora.

Um dos motivos por trás disso, porém, seria o uso de um processo de fabricação de 14 nm criado pela Samsung na produção do Snapdragn 820. Sendo assim, ao contrário do que aconteceu anteriormente, um bom funcionamento do hardware seria de interesse da fabricante asiática tanto quanto da norte-americana, já que envolve não apenas os dispositivos móveis, mas também o que acontece por trás dos panos, dando mais credibilidade a um procedimento que também chamou a atenção de outras empresas.

Seja como for, o tempo urge. A expectativa é que a nova geração do Samsung Galaxy seja anunciada no começo do ano que vem, deixando um prazo curto para que a companhia resolva a questão ou siga por um outro caminho até a demonstração. E é aqui que a companhia não pode se dar ao luxo de errar.

ATUALIZAÇÃO: A Qualcomm entrou em contato com o Canaltech, afirmando que os rumores são falsos. "Os rumores que circulam na mídia a respeito da performance do Snapdragon 820 são falsos. O Snapdragon 820 melhora todos os blocos de IP e é fabricado com a segunda geração de processadores em 14 nm. Ele está atingindo todas as nossas especificações. Mas, mais importante, ele está satisfazendo as especificações de temperatura e performance de nossas OEMs.

Fonte: SamMobile

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.