Redução de performance em iPhones rende 32 processos contra a Apple nos EUA

Por Redação | 18 de Janeiro de 2018 às 16h20
Tudo sobre

Apple

Apesar de a Apple ter reduzido os preços para a troca de baterias de iPhones em todo o mundo, e também ter anunciado que lançará uma atualização do iOS para que o usuário possa escolher ter ou não a performance de seu aparelho reduzida para preservar a bateria, no momento já são pelo menos 32 processos judiciais em andamento nos Estados Unidos sobre o problema.

A redução na performance acontece quando baterias de aparelhos mais antigos (do 6 para baixo) começa a se deteriorar. Então, para preservar o componente, ampliando sua vida útil, a Apple decidiu no iOS atual reduzir a performance desses aparelhos, sem deixar isso muito claro aos usuários. Nas descrições das atualizações do sistema, havia informações genéricas como "melhorias de desempenho" e "solução de problemas", sem especificar que essas soluções impactariam diretamente na performance de determinados aparelhos mais antigos.

Esses 32 processos foram abertos somente nos EUA, mas há notícias de processos similares em investigação em outros países, como França, Canadá, Austrália e Coreia do Sul. Na América, um dos escritórios que representa a Maçã é o Hagens Berman, que já conseguiu ganhar processos judiciais para a Apple no passado. Contudo, essas ações atuais são coletivas, representando uma grande quantidade de usuários afetados, todos com a mesma queixa. Isso pode dificultar bastante a vida da companhia de Cupertino, que pode não sair ilesa dessa situação.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: PhoneArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.