Pebble encerra operações e é comprada pela Fitbit

Por Redação | 07 de Dezembro de 2016 às 18h09
photo_camera http://www.thegadgetshop.co.za/media/wysiwyg/brandpage_logos

A Fitbit, companhia norte-americana do segmento de dispositivos de fitness e saúde, oficializou nesta quarta-feira (07) a aquisição da startup de smartwatches Pebble, em um negócio de valores não divulgados.

A confirmação ocorreu uma semana depois que saíram as primeiras informações apontando uma possível aquisição da companhia, que estaria fechando as suas portas. Especialistas afirmaram que a compra estaria na casa dos US$ 40 milhões. Entretanto, fontes indicaram à Bloomberg que o negócio foi fechado por menos que este valor.

A compra consiste basicamente na compra dos ativos de software da Pebble, que encerrará as suas atividades. Apenas alguns engenheiros da empresa adquirida deverão ser absorvidos pela Fitbit na operação.

A Fitbit soltou um comunicado para a impresa falando sobre a transação. Na nota, o co-founder e CEO da empresa, James Park, destacou que a companhia vê na compra "uma oportunidade para construir em cima de nossas forças e extender nossa posição de liderança na categoria de wearables".

“Com esta compra, estaremos bem posicionados para acelerar a expansão de nossa plataforma e ecossistema para tornar a Fitbit uma parte vital do dia a dia de uma parte ampla do público", afirmou o executivo.

Segundo dados do primeiro trimestre de 2016, divulgados pelo IDC, a Fitbit continua firme na liderança do mercado global de wearables, com um share de 24,5%, seguido de Xiaomi (19%) e Apple (7,5%).

A Pebble apareceu originalmente e se ergueu graças ao seu projeto financiado via Kickstarter. O produto da companhia era baseado em um conceito simples e de código aberto, contando com interface de baixo consumo energético e vida útil longa para a bateria.

Fonte: The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.