Microsoft ultrapassa Google no ranking de empresas mais valiosas

Por Eduardo Hayashi | 30 de Maio de 2018 às 10h38
Reprodução

A Microsoft acaba de superar a Google (Alphabet) em termos de valor de mercado pela primeira vez em três anos, assumindo a terceira colocação no ranking de empresas mais valiosas do mundo. Com isso, a Microsoft fica atrás apenas da Amazon, em segunda posição, e da Apple, atual líder da tabela.

De acordo com os relatórios financeiros mais recentes, a Microsoft está avaliada em US$ 753 bilhões em valor de mercado, enquanto a Alphabet, empresa que comanda a Google, atingiu a marca de US$ 739 bilhões.

Além disso, analistas acreditam que a situação da Microsoft pode melhorar ainda mais nos próximos anos, levando em consideração que o preço das ações da companhia vem aumentando desde que Satya Nadella assumiu o cargo de CEO no lugar de Steve Ballmer em 2013.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Nadella desempenhou um papel um importante na Microsoft por redirecionar os esforços da empresa para áreas promissoras envolvendo tecnologias multiplataforma, soluções em nuvem, inteligência artificial, computação quântica e até mesmo em apostas com headsets de realidade mista, além de eliminar os esforços da companhia em iniciativas que não estavam dando retorno, a exemplo fracasso comercial do Windows Phone.

Apesar de ainda estar atrás da Apple, com valor de mercado de US$ 923 bilhões, e da Amazon, valorizada em aproximadamente US$ 782 bilhões, a Microsoft pode levar vantagem no mercado devido à sua distribuição equilibrada e diversificada de suas receitas em relação à concorrência, com 35% da receita com as divisões do Windows, Surface e games, 30% da fatia em seus negócios em nuvem e 30% relacionado aos lucros com seus softwares de produtividade (Office).

Com o preço das ações da Microsoft próximo dos US$ 100, a expectativa é de que a Microsoft consiga dobrar os rendimentos em seus negócios em nuvem, com a previsão de alguns analistas de que a empresa conquiste nos próximos anos um valor de mercado de US$ 1 trilhão.

Fonte: TheVerge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.