Mais um Jeff: depois de Bezos, Amazon perde outro de seus principais executivos

Mais um Jeff: depois de Bezos, Amazon perde outro de seus principais executivos

Por Rui Maciel | 24 de Fevereiro de 2021 às 13h05
Pascal Rossignol/ Reuters

Depois de Jeff Bezos, outro dos mais graduados executivos da Amazon está deixando a empresa: o vice-presidente sênior Jeff Blackburn da companhia anunciou a sua saída por meio de um memorando interno enviado na última terça-feira ao principal grupo de líderes da gigante do e-commerce, conhecido como S-Team.

Blackburn trabalha na Amazon há 22 anos e ocupou diversos cargos de destaque na companhia, incluindo os serviços de streaming Prime Video e Amazon Music, a liderança da divisão de filmes Amazon Studios e ainda o setor de publicidade da companhia. No último ano, ele se encontrava em uma licença sabática. Considerado um dos homens de confiança de Bezos - e um de seus principais conselheiros - ele chegou a ser cotado como um de seus sucessores em potencial para ser o novo CEO da empresa. O escolhido, no entanto, foi Andy Jassy, que assume a função no terceiro trimestre, vindo da Amazon Web Services.

Jeff Blackburn: 22 anos de Amazon (Imagem: IMDB)

A saída de Blackburn mostra uma crescente rotatividade dos principais executivos da Amazon nos últimos meses. Antes dele e Jeff Bezos anunciarem suas saídas, Jeff Wilke, líder da divisão de negócios para o consumidor da companhia - e número 2 de Bezos - também anunciara em janeiro que estava se aposentando.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Linha de frente

A saída de Blackburn da Amazon é significativa. Além de ser um conselheiro próximo de Bezos, ele tem raízes profundas na companhia, conhecendo todos os seus meandros. Ele ingressou na varejista depois de trabalhar no IPO da empresa como banqueiro de investimentos júnior no Deutsche Bank.

“Eu fiz os modelos no Excel, escrevi partes do prospecto da AMZN IPO, entre outras tarefas.”, escreveu Blackburn no memorando de sua saída. “Uma das coisas que ficou comigo até hoje é que fui eu quem carregou todas as malas mais pesadas da equipe durante as nossas três semanas de viagem global [para fazer o roadshow aos investidores em potencial da empresa na época]. Entrei para a Amazon em tempo integral logo depois. Durante meus 22 anos, gostaria de pensar que nunca parei de ajudar a carregar aquelas malas mais pesadas”, acrescentou Blackburn.

Confira abaixo o memorando de sua saída, enviado ao S-Team e obtido pelo site do canal CNBC:

"S-Team

Tenho uma atualização importante para todos vocês, uma que sei que vocês estão esperando há muito tempo... O bug de “Há Jeff´s demais por aqui” que tem incomodado muitos de vocês por duas décadas foi corrigido! Ao longo dos anos, sempre tivemos vários Jeffs no S-team - Jeff Wilke, Jeff B, eu e, por um tempo, Jeff Holden. Na verdade, foi assim que me tornei “JBlack” para muitos de vocês e outros funcionários da Amazon. A aposentadoria de Wilke significou um Jeff a menos, e hoje, estou reduzindo para apenas o original [Jeff Bezos].

Estou deixando oficialmente a Amazon hoje. No final de 1996, eu era banqueiro de investimentos júnior no Deutsche Bank, designado para um projeto potencial de IPO da Amazon. Fiz os modelos do excel, escrevi trechos do prospecto da AMZN IPO, etc. Uma das coisas que ficou comigo até hoje é que fui eu quem carreguei todas as malas mais pesadas da equipe durante nossas três semanas de viagem global [road show aos investidores]. Não havia Zoom ou Chime [plataformas de videochamadas usadas para os roadshows durante a pandemia], então era um processo bastante cansativo naquela época.

No início de 1998, a lendária CFO Joy Covey me disse que o site [da Amazon] poderia se tornar mais do que [a venda de] livros ... 'você precisa simplesmente vir até aqui agora, acredite em mim', ela disse. Pensei 'Uau, você quer dizer Fitas, CDs e VHS? Feito!' .

Entrei para a Amazon em tempo integral logo depois disso. Eu faria muitas construções com todos vocês - 3P marketplace, equipes de Fusões &Aquisições e Desenvolvimento de Negócios, A9, Publicidade, Amazon Music, Prime Video, Amazon Studios. Durante meus 22 anos, gostaria de pensar que nunca parei de ajudar a carregar aquelas malas mais pesadas. As iniciativas mais recentes, aquelas que exigiram coragem extra e pensamento de longo prazo de nossa equipe. E espero que eu tenha incentivado o S-Team e a Amazon a serem ainda mais ousados, enxergar além dos limites, pensar grande. Com o negócio principal em uma posição mais forte do que nunca, sei que é isso que os clientes vão querer de vocês na próxima década.

Novos - e incríveis - líderes do S-Team assumiram essas grandes funções e continuam a construir e inventar com ousadia. Admiro e elogio particularmente sua liderança nos últimos 11 meses: assistir a empresa em execução durante a [pandemia de] COVID foi surpreendente - suas equipes entregam o melhor da Amazon quando o melhor é mais necessário.

Quero agradecer a todos por sua amizade, trabalho em equipe e apoio. Que incríveis 22 anos foram esses em que estivemos juntos - eu irei guardá-los para sempre. Não estou me aposentando e terei novidades em breve.

Claro, hoje, estou desistindo formalmente de “@jblack ”. Tenho apenas um pedido - que eu permaneça para sempre “como jblack” nos corredores da Amazon. Seria uma honra". 

Jeff Bezos se pronuncia

Em resposta anúncio de Blackburn, Jeff Bezos afirmou:

"Do mercado e da publicidade ao lançamento do Prime Video e do Amazon Studios, você foi um construtor. E ajudou a todos nós em tudo - não apenas nas coisas que você liderou diretamente", disse Bezos."

Você tem julgamento e seu ponto de vista nunca é redundante. Quando você fala, eu me pego inclinando-me e ouvindo com atenção - sempre.

Obrigado por mais de duas décadas de liderança. Por nos obrigar a continuar explorando. Por carregar todas aquelas malas."

Embora Blackburn não tenha dito o que faria depois de deixar a Amazon, tudo indica que ele compartilhou seus planos com o ex-chefe:

"Embora não esteja totalmente pronto para ser compartilhado, jblack me manteve atualizado em seu próximo capítulo. E posso garantir que é um capítulo muito emocionante!"


O único Jeff remanescente

Ainda que Bezos tenha anunciado a sua saída do cargo de CEO da Amazon, o fato é que, ao contrário dos outros "Jeffs", ele continuará no dia a dia da empresa, ainda que sem a mesma assiduidade. Ele será o presidente do conselho da companhia, além de focar em projetos paralelos, mas, igualmente grandes.

Cofundar e comandar a Amazon permitiu a Bezos se tornar o homem mais rico do mundo, cujo patrimônio líquido é avaliado em quase US$ 180 bilhões.

Leia também:

Fonte: CNBC / Geekwire  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.