Amazon lança seu próprio “Kickstarter” para testar apelo de produtos próprios

Amazon lança seu próprio “Kickstarter” para testar apelo de produtos próprios

Por Wagner Wakka | 18 de Fevereiro de 2021 às 17h00
Divulgação/Amazon

A Amazon está lançando sua própria plataforma interna de financiamento coletivo. Chamada de Build It (ou “Construa”, em tradução livre), a ideia é similar a serviços como Kickstarter, com a proposta de testar o apelo comercial de ideias que nascem na empresa.

Em vídeo explicativo, a Amazon informa que há várias ideias criadas diariamente por funcionários da companhia, mas que não são lançadas por desconhecimento de apelo comercial. Com o Build It, a companhia consegue divulgar estes produtos e verificar se há interesse do público.

A plataforma funciona como grande parte dos serviços de financiamento coletivo. Há uma campanha de 30 dias que envolve convencer um certo número de pessoas a apoiarem a ideia, comprometendo-se a comprar o produto caso ele seja financiado completamente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A pessoa que faz a pré-compra só vai receber o item se ele bater a meta estipulada pelos criadores da campanha em um prazo de 30 dias. Caso isso não aconteça, o apoiador recebe seu dinheiro de volta, sem custo.

No caso do Build It, só serão incluídos produtos criados internamente pela Amazon. Ou seja, não se trata de uma plataforma de financiamento coletivo usada por terceiros.

Até o momento, já há três projetos em campanha até 19 de março na plataforma. O primeiro é um relógio inteligente de cuco. Ele é compatível com Alexa, permitindo adicionar alarmes e lembretes por comandos de voz. Claro, conta com um passarinho que marca as horas e aponta as notificações, caso o usuário queira.

O segundo é uma balança de cozinha inteligente. Ligado à Alexa, a balança permite saber quantas calorias, carboidratos e gorduras, por exemplo, há em uma determinada quantidade de alimentos.

Por fim, o terceiro é uma impressora de notas adesivas. Aliado a um aplicativo de bloco de notas, o usuário pode criar listas de mercado, lembretes e mensagens e imprimir em uma pequena máquina que lembra uma impressora de recibos de mercado.

Primeiros produtos em testes na plataforma (Foto: Divulgação/Amazon)

Apesar de a plataforma já estar no ar, não é possível fazer o financiamento do produto fora do mercado norte-americano. Ao entrar com uma conta brasileira na loja, os itens aparecem apenas como indisponíveis.

Fonte: Amazon

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.