Huawei é acusada de remunerar funcionários que entregavam segredos industriais

Por Se Hyeon Oh | 19 de Fevereiro de 2019 às 07h17
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

Recentemente, o Canaltech noticiou que a chinesa Huawei estava sendo investigada pela polícia federal dos EUA, e parece que essa novela acaba de ganhar mais um capítulo. De acordo com um relatório do Information, a chinesa não somente roubou as informações confidenciais dos seus competidores como também compensou, financeiramente, os funcionários que entregassem esses segredos.

De acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, esse “programa” não era necessariamente um segredo. Pelo visto, existia um site interno na empresa por onde os colaboradores eram encorajados a postar as informações roubadas e ainda indicava um endereço de e-mail que eles poderiam contatar caso não quisessem publicar no site. Dependendo da qualidade da informação entregue e do nível de confidencialidade, o colaborador poderia receber mais bônus. A chinesa também garantia aos delatores que eles não enfrentariam medidas disciplinares por compartilharem esses segredos.

Huawei (Imagem: Huawei)

Recentemente, o FBI conduziu uma operação contra a Huawei relacionada a uma suposta tentativa de roubo de propriedade intelectual de uma empresa dos EUA que desenvolve um novo tipo de vidro de smartphone. Funcionários da empresa norte-americana usaram microfones escondidos durante uma reunião com a chinesa e ela teria, descaradamente, realizado algumas tentativas de obter informações secretas, além de ter admitido que violavam as leis de comércio dos EUA.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda de acordo com o Information, a fabricante estabelece reuniões de negócios falsas com as fornecedoras dos concorrentes. Essas reuniões são organizadas sob o pretexto de oferecer contratos exclusivos com a Huawei, mas, na verdade, estariam sendo usadas para tentar obter as informações confidenciais de outras empresas.

Em um caso, a Huawei supostamente organizou uma reunião com uma empresa envolvida no fornecimento de tecnologia de monitoramento de frequência cardíaca para a Apple. Embora a reunião tivesse sido organizado para oferecer um contrato exclusivo de fabricação, todos os funcionários da Huawei teriam perguntado sobre o Apple Watch. De acordo com um executivo da empresa fornecedora, seus funcionários não divulgaram nenhuma informação relacionada à parceria com a Apple. Após o encontro, a Huawei supostamente parou de entrar em contato com o fornecedor, sem mais discussões sobre o supracitado contrato exclusivo.

Apesar de vazamentos de informações e roubo de segredos industriais serem um tema recorrente no mundo da tecnologia, o caso da Huawei parece estar ganhando proporções muito maiores e, por mais que os produtos dela sejam ótimos, parece que teremos de esperar o desenrolar dessa história para sabermos se a empresa conseguirá emplacar seus novos produtos e se não terá nenhum problema com as concorrentes.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.