Governo corta em 10% taxas de importação de produtos e serviços estrangeiros

Governo corta em 10% taxas de importação de produtos e serviços estrangeiros

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 05 de Novembro de 2021 às 19h20
Reprodução/Handy Wicaksono/Unsplash

O governo federal publicou nesta sexta-feira (5) uma medida conjunta dos ministérios da Economia e das Relações Exteriores que reduz em 10% reduz em 10% as taxas de importação de aproximadamente 87% das categorias de produtos usados no Brasil, sem abranger exceções já existentes no Mercosul. De acordo com a Folha de S. Paulo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a resolução ajudará a moderar a inflação.

A redução é temporária e deve durar até o dia 31 de dezembro de 2022. Segundo Guedes disse em um evento da Confederação Nacional do Comércio (CNC), a medida foi permitida pela Argentina, Uruguai e Paraguai, os demais membros do Mercosul. Isso porque a redução ocorreu com base no Tratado de Montevidéu, um acordo de 1980 entre os países do grupo que permite medidas temporárias em casos de proteção da vida e da saúde das pessoas.

"No momento atual, em que temos uma pressão inflacionária forte na economia brasileira e gostaríamos de dar um choque de oferta, facilitar a entrada de importações para dar moderação nos reajustes de preços, é o momento ideal para fazer uma abertura, ainda que tímida, da economia", afirmou Guedes no evento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/RoseBox/Unsplash

O Brasil deve pedir para que os cortes sejam estendidos a todo os integrantes do Mercosul. Segundo a Folha, Jair Bolsonaro e Alberto Fernández, presidentes do Brasil e da Argentina respectivamente, chegarem a um acordo sobre o tema em outubro, após meses de divergência.

O governo brasileiro também tem trabalhado para promover a revisão da Tarifa Externa Comum (TEC), um conjunto de tarifas sobre a importação estabelecido em 1995 para os países-membros do Mercosul. Diz o ministério da Economia que a TEC nunca foi revisada em mais de 25 anos de existência.

Fonte: Ministério da EconomiaFolha de S. Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.