FBI desbloqueia outro iPhone sem ajuda da Apple

Por Redação | 23.04.2016 às 10:17

Depois de desbloquear o iPhone de um terrorista envolvido no caso de San Bernardino sem a assistência da Apple no mês passado, o FBI anunciou na última sexta-feira (22) que conseguiu fazer o mesmo com um iPhone 5s usado por um traficante de drogas confesso.

A unidade de polícia do Departamento de Justiça dos Estados Unidos apresentou uma carta ao tribunal do Brooklyn, em Nova York, dizendo que não precisava mais da ajuda da fabricante do iPhone para desbloquear o dispositivo do criminoso e que a ação judicial que visava obrigar a empresa a fazê-lo poderia ser encerrada.

Em vez disso, o FBI alegou o seguinte: "Ontem à tarde, um indivíduo forneceu a senha do iPhone em questão neste caso. O governo introduziu a senha e obteve acesso ao iPhone. Assim, o governo já não precisa da ajuda da Apple e retira sua demanda"..

Apesar do texto não mencionar a identidade do tal indivíduo que forneceu o código de desbloqueio, parece que dessa vez o FBI não precisou desembolsar mais de US$ 1 milhão pelo desbloqueio, como aconteceu no caso de San Bernardino.

Atualmente, ainda existem mais de 1.000 iPhones sob custódia da polícia norte-americana esperando para serem desbloqueados. Desde a emissão do mandato para a Apple feito no caso de tráfico de drogas no Brooklyn, que aconteceu em outubro passado, os Estados Unidos já exigiram a ajuda da empresa em pelo menos mais 10 casos de hack em dispositivos iOS.

Via The Next Web