Facebook estaria enfrentando dificuldades na contratação de novos engenheiros

Por Natalie Rosa | 22 de Maio de 2019 às 17h42
Reprodução
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

O Facebook está com um pouco de dificuldade na contratação de novos funcionários, segundo relatos de ex-recrutadores da empresa, embora a defesa diga o contrário.

A causa desse problema foi um escândalo que veio à tona no ano passado, quando dados de mais de 87 milhões de usuários da rede social foram expostos à Cambridge Analytica, que utilizou essas informações na política norte-americana, inclusive favorecendo a eleição de Donald Trump como presidente. Desde então, mais de um ano depois, o Facebook ainda sofre as consequências e tem a sua imagem atrelada à falta de segurança.

De acordo com os relatos dos ex-recrutadores, candidatos estão confrontando a empresa e fazendo perguntas difíceis sobre a questão da privacidade.

Ambiente de trabalho no Facebook (Imagem: Reprodução)

Um ex-recrutador do Facebook que atua em universidades, em depoimento à imprensa dos Estados Unidos, revelou que os alunos não têm mais interesse em trabalhar na companhia de Mark Zuckerberg. Outros ex-funcionários contaram ainda que a taxa de aceitação de graduandos para entrar na empresa caiu de 85% para entre 35% e 55%, e que a taxa de aceitação de empregos nas equipes de engenharia de software caíram de 90% para quase 50%.

Anthony Harrison, porta-voz da empresa, contestou os resultados e disse que os números são falsos.

"Nós contratamos os melhores engenheiros do mundo para trabalhar no Facebook e estamos contratando mais do que nunca. Neste ano, cerca de 2/3 de nossos recrutas de engenharia das universidades Carnegie Lemmon, Stanford e Ivy League aceitaram as ofertas e, em geral, a porcentagem de ofertas aceitas aumentaram em 2019. Continuamos a atender nossas metas de recrutamento de engenharia e estamos confiantes de que vamos continuar", disse o porta-voz.

Sem considerar a reputação e levando em conta o salário, o porta-voz do Facebook pode estar certo, afinal, engenheiros que trabalham para a empresa recebem grandes salários. Segundo o site Glassdoor, um funcionário recebe, em média, US$ 150 mil ao ano, e estagiários ganham cerca de US$ 8 mil ao mês ou US$ 96 mil ao ano.

Independente de quem está correto, seja o Facebook ou a palavra de seus recrutadores, esta é uma questão que não havia sido levantada antes em meio à polêmica: estaria mesmo a reputação do Facebook fazendo grandes profissionais recusarem rios de dinheiro?

Fonte: Gizmodo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.