Especialistas afirmam que recall do Note7 poderá custar US$1 bilhão à Samsung

Por Redação | 05.09.2016 às 11:27
photo_camera Divulgação

A Samsung já despachou mais 2,5 milhões de unidades do Galaxy Note7 desde o seu lançamento no final de agosto. Porém, agora, a companhia está realizando um grande recall por conta de um defeito identificado na bateria que está ocasionando explosões nos aparelhos. O procedimento de troca está sendo realizado nos mercados em que o aparelho começou a ser vendido.

Além disso, a companhia está oferecendo aos compradores os modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge mais a diferença de valor ou então o total reembolso por quem optar por desistir de usar os telefones da marca. Naturalmente, isso tudo vai ter um custo para Samsung, e como a companhia não se prontificou a anunciar o valor, especialistas da área fizeram um estudo e chegaram a um valor de cortar o coração: aproximadamente US$ 1 bilhão.

Apesar do valor a ser desembolsado, muitos acham que o gasto momentâneo será muito melhor do que uma provável repercussão negativa para a empresa, mesmo levando em conta que esse número é apenas uma estimativa e que quem vai ditar esse valor e o prejuízo real para marca é o mercado.

Algumas preocupações já foram levantadas sobre a forma como a empresa sul-coreana está lidando com o recall do Note7, mas ela parece estar convencida de que prefere gastar US$ 1 bilhão do que tentar inventar desculpas que poderiam manchar sua marca.

Via: SamMobile