Apple pode mudar parte significativa da sua produção da China para Índia

Apple pode mudar parte significativa da sua produção da China para Índia

Por Rui Maciel | 11 de Maio de 2020 às 16h45
apple

Ainda que a passos lentos, a China vem deixando de ser uma base interessante para a Apple fabricar seus produtos. Uma nova prova disso é que a empresa analisa a mudança de parte de suas operações de produção para a Índia, enviando para o país até US$40 bilhões na fabricação de smartphones. As informações são do site The Indian Economic Times.

Segundo a publicação, houve, nos últimos meses, diversas reuniões entre executivos da Apple e altos funcionários do governo indiano. Nesses encontros, a Maçã vem analisando com carinho a possibilidade de transerir até 20% da sua capacidade de produção da China para a Índia. A ideia é usar suas parceiras com a Foxconn e Wistron para produzir até US$ 40 bilhões em dispositivos móveis nos próximos cinco anos.

Fábrica da Apple na China: Índia passa a ser uma opção para produção de seus dispositivos

Para que essa mudança ocorra, fontes envolvidas nas conversas afirmaram que o governo indiano precisa incluir a Apple a um programa de incentivo à produção (PLI, na sigla em inglês), criado para impulsionar a fabricação local de dispositivos eletrônico, principalmente smartphones. Claro que esse sistema está atrelado a generosos incentivos fiscais. Ainda de acordo com a lei, uma empresa deve fabricar, pelo menos, US$ 10 bilhões em telefones móveis, entre 2020 e 2025, na Índia para se beneficiar do programa, sendo que as metas devem ser cumpridas anualmente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Atualmente, a Apple vende cerca de US$ 1,5 bilhão em smartphones na Índia. No entanto, menos de US$ 500 milhões são de aparelhos fabricados localmente. Por outro lado, em 2018 e 2019 a companhia produziu US$ 220 bilhões em produtos na China.

“A Índia não é um grande mercado para a Apple, pois a empresa vende apenas uma fração de sua produção total na no país. Na verdade, ela [a Apple] está vendo a Índia como uma base para fabricar e exportar, diversificando essencialmente sua produção fora da China ”, afirmou uma das fontes envolvidas nas conversas. ""Com esses incentivos, esperamos que as exportações de celulares a partir da Índia ultrapassem US$ 100 bilhões até 2025, ou até antes disso".

Ainda de acordo com o The Indian Economic Times , o governo indiano estaria disposto outras preocupação da Apple em relação à PLI, como a ampliação das fábricas e o transporte das máquinas que já vem sendo usadas na China, além das cláusulas comerciais exigidas pelo programa.

Fonte: EtTech.com / MacRumors  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.