Samsung teria feito oferta de US$ 7,5 bilhões para comprar BlackBerry

Por Redação | 15 de Janeiro de 2015 às 00h36
photo_camera Vida Movel Blog

O ano mal começou, mas já promete ser agitado no mundo da tecnologia. Segundo uma reportagem da agência de notícias Reuters, publicada na noite desta quarta-feira (14), a Samsung teria feito uma oferta de US$ 7,5 bilhões para a compra da canadense BlackBerry.

Executivos das duas companhias, acompanhados de consultores, teriam se encontrado na semana passada para discutir a potencial transação, afirmou uma fonte próxima a negociação à Reuters. A Samsung teria proposto um valor de compra de US$ 13,35 a US$ 15,49 por ação da BlackBerry, um valor que varia de 38% a 60% acima do preço atual das ações da empresa na bolsa.

Após a publicação da reportagem, as ações da BlackBerry subiram cerca de 30% durante a tarde desta quarta-feira, de cerca de US$ 9,66 para US$ 13,25. No comércio de ações eletrônico praticado após o fechamento da Nasdaq, o valor caiu cerca de 15%. Mesmo com a variação, esta quarta-feira se tornou o terceiro melhor dia para a BlackBerry na bolsa desde a abertura de seu capital, em 1999.

Ações BlackBerry

Variação no preço da ações da BlackBerry na noite desta quarta-feira (14) após o anúncio da suposta compra

Também nesta quarta-feira, o jornal canadense Globe and Mail publicou uma matéria afirmando que a BlackBerry teria recusado uma série de propostas de aquisição da empresa, acreditando que a atual política de restruturação tem mais potencial de entrega para os acionistas do que ofertas de aquisição.

Com a reestruturação, iniciada pelo atual CEO John Chen, que assumiu o cargo em novembro de 2013, a BlackBerry voltou às suas raízes na área de segurança digital, com ofertas que vão do setor corporativo à segurança governamental e militar.

Se fosse confirmada a compra da BlackBerry, ela ainda dependeria da aprovação do governo canadense. Segundo a legislação do país, qualquer compra de um empresa do Canadá por outra estrangeira deve passar por órgãos reguladores e aprovação da lei Industry Canada Act.

Em 2013, o governo canadense sugeriu que rejeitaria uma possível compra da BlackBerry pela Lenovo por motivos de segurança. De acordo com fontes da Reuters, uma compra pela Samsung não levantaria os mesmo problemas.

BlackBerry nega discussões

Na noite desta quarta-feira, a BlackBerry soltou um comunicado à imprensa negando que a BlackBerry e Samsung teriam discutido a possível compra.

"A BlackBerry não entrou em discussões com a Samsung sobre nenhuma possível oferta de compra da BlackBerry", afirma o comunicado. "A política da BlackBerry é de não comentar rumores ou especulações, e por isso, não fará mais nenhum comunicado".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.