Imagem mostra Moto E comparado com Moto G

Por Redação | 09.05.2014 às 18:10

Uma das apostas da Motorola para se reerguer é o mercado de smartphones de baixo custo, que fazem muito sucesso principalmente nos mercados emergentes da Ásia, África e América Latina. O Moto G foi um sucesso de vendas mundial, e a empresa americana está para lançar um novo aparelho, o Moto E.

O aparelho deve ser lançado já na semana que vem, no dia 13 de maio, e uma foto surgiu na internet comparando os dois modelos. Suas características físicas são bem similares, mas o Moto E terá um hardware inferior ao Moto G, e automaticamente o preço será mais baixo também.

A tela do novo modelo terá 4,3 polegadas, contra 4,5 do outro aparelho, com resolução de 540 x 960 pixels. Sua aparência lembra um pouco o Moto X, e vem com a nova logo da Motorola na parte superior esquerda. Ao lado da logo, vemos um detalhe escuro, que provavelmente contem os sensores de proximidade e, espera-se, uma câmera frontal.

Moto G e Moto E

O Android é o 4.4 KitKat, com algumas modificações da Motorola. A principal é uma seta na parte de baixo, e um atalho para a câmera, de 5 MP.

A ideia por trás do aparelho é realmente o preço baixo. Para o processador, a Motorola deixou a Qualcomm de lado, e utilizará o chip da MediaTek, mais barato, que está cada vez mais comum em dispositivos inteligentes de baixo custo e baixo consumo. E o armazenamento poderá ser de apenas 4 GB, mas com suporte a cartão de memória.

Um aspecto que vale a pena ser destacado é a espessura, que será quase a metade do Moto G, tendo apenas 6,2 mm. Além disso, a traseira será removível, como no seu irmão maior, dando aos usuários a possibilidade de personalização, característica que agradou aos donos do Moto G.

O preço não foi divulgado, mas será na faixa dos 125 dólares, e o gadget será lançado primeiro na Europa e logo em seguida nos EUA. Aqui no Brasil ainda não tem data para chegar, mas o potencial de vendas é grande, porque o mercado de smartphones vem crescendo bastante – cada vez mais pessoas estão comprando seus primeiros celulares inteligentes, e o Moto E pode ser uma boa alternativa.