Publicidade

Veranico | Altas temperaturas vão até metade de junho de 2024

Por| Editado por Luciana Zaramela | 06 de Junho de 2024 às 16h28

Link copiado!

Oleksandr P/Pexels
Oleksandr P/Pexels

Está sentindo esse calor em pleno inverno? É o veranico! Graças a um bloqueio atmosférico no centro-leste do Brasil, a região centro-sul está sujeita a temperaturas mais elevadas, sem frentes frias. O clima fica quente e seco, e as chuvas só devem retornar a partir da segunda quinzena de junho.

De acordo com as previsões do Climatempo, a Região Sudeste deve passar por noites mais frias (como é o caso do estado de Minas Gerais e de São Paulo), tal como algumas áreas no Brasil Central, entre Goiás, Distrito Federal e leste de Mato Grosso. No entanto, à tarde, essas regiões enfrentam temperaturas acima da média para a época.

Mas atenção: isso não quer dizer que as temperaturas serão tão elevadas quanto na época do verão e da primavera.

Continua após a publicidade

No Rio Grande do Sul, por exemplo, as temperaturas vão ficar entre 5 e 8 graus acima da média por um período  prolongado.

A empresa de meteorologia também diz que teremos temperaturas em algumas regiões do interior do estado de SP com máximas em torno de 30/32 °C e máximas variando no Rio Grande do Sul em torno de 28/30 °C graus e 34/35 °C em Mato Grosso do Sul. 

O que é veranico?

Em entrevista ao Canaltech, o meteorologista Willians Bini — Chief Climate Officer da FieldPRO — explica que o veranico é uma expressão usada principalmente no Centro e no Sul do Brasil para remeter a uma situação de tempo mais quente e seco.

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

"Quando se usa o termo veranico nessa época do ano, entre o final do outono e inverno, ou até mesmo começo da primavera, é justamente na condição onde não tem chuva e as temperaturas ficam mais altas", afirma.

"No momento, estamos com uma situação de bloqueio atmosférico na região central do Brasil, uma área de alta pressão que impede a propagação de frentes frias que trariam uma condição de chuva ou mesmo temperaturas um pouco mais amenas", continua o meteorologista.

"Com isso, mantém-se uma condição de tempo seco e devido à circulação desse bloqueio atmosférico, que chamamos de circulação anti horária, acaba fazendo com que se forme um fluxo, trazendo calor da região Equatorial em direção ao Sul do Brasil. Então esse bloqueio, além de impedir o avanço das frentes frias, promove também um fluxo de calor", aponta.

Continua após a publicidade

Lembrando que já se previa um inverno vai ser mais quente que o normal, desde o fim do El Niño.

Diferença entre veranico e onda de calor

Willians também nos diz a diferença entre veranico e onda de calor, já que, para caracterizar uma onda de calor, é necessário haver uma manutenção de temperaturas acima da média durante um certo tempo.

"É preciso ter cinco graus acima da média durante pelo menos cinco dias. No veranico, temos ausência de chuva e temperaturas mais altas, mas não necessariamente cinco graus acima da média", conclui.

Continua após a publicidade

Fonte: Com informações de FieldPROClimatempo