Pesquisadores encontram "estrada de tijolos amarelos" no fundo do Pacífico

Pesquisadores encontram "estrada de tijolos amarelos" no fundo do Pacífico

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 09 de Maio de 2022 às 14h00
Captura de Tela/EVNautilus

Um elemento icônico do filme "O Mágico de Oz", de 1939, é a "Estrada de Tijolos Amarelos" que a protagonista Dorothy deve percorrer para chegar à cidade esmeralda. Portanto, imagine a surpresa de um grupo de pesquisadores ao encontrar uma estrutura muito parecida no fundo do Oceano Pacífico, nas profundezas da região vulcânica chamada Lili'uokalani Ridge.

Os cientistas estavam a bordo do Nautilus, uma embarcação de exploração liderada pela organização sem fins lucrativos Ocean Exploration Trust. Eles passaram a maior parte de abril analisando a geologia e os sistemas biológicos dos montes submarinos de origem vulcânica, no Papahānaumokuakea Marine National Monument.

A equipe observou no cume do Nootka Seamout uma formação parecida com o leito seco de um lago. Os pesquisadores brincaram que ela parecia ser a entrada perdida para a mítica cidade de Atlântida, mas não verdade não passa de uma consequência do vulcanismo ainda ativo na região.

A estrutura foi identificada como um fluxo fraturado de rocha hialoclastite, ou seja, uma rocha vulcânica formada por erupções de alta energia. Segundo a equipe, os padrões semelhantes à tijolos provavelmente surgiram a partir de ciclos de aquecimento e resfriamento relacionados às atividades vulcânicas.

A formação foi observada por um veículo subaquático operado remotamente pela equipe no navio. Enquanto isso, as imagens foram transmitidas em primeira mão aos telespectadores da Ocean Exploration Trust. Ela mostra como a exploração oceânica é fundamental para revelar processos geológicos ocultos no mar.

Fonte: Via CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.