Drones vão eletrizar nuvens para fazer chover mais nos Emirados Árabes Unidos

Por Natalie Rosa | 18 de Março de 2021 às 16h20
David von Diemar/Unsplash

Em uma tentativa de provocar mais períodos de chuva, os Emirados Árabes Unidos irão começar a testar o uso de drones para modificar o clima. Com ajuda de pesquisadores da Universidade de Reading, na Inglaterra, os cientistas vão usar os pequenos veículos voadores para alterar a carga elétrica das gotículas de água nas nuvens, as eletrizando e transformando em chuva.

O país já usa a tecnologia de "semeadura de nuvem" para gerar mais chuva, depositando sal nas nuvens como forma de estímulo, uma vez que a chuva por lá chega a apenas 100 mm por ano. Em 2017, o governo dos Emirados Árabes Unidos investiu cerca de US$ 15 milhões para nove projetos diferentes que trariam mais chuva para a região, um deles sendo comandado por pelos pesquisadores da Universidade de Reading.

Imagem: Divulgação/Universidade de Reading

De acordo com um dos responsáveis pelo novo projeto envolvendo os drones, o professor Maarten Ambaum, o objetivo é equilibrar a carga elétrica das gotículas das nuvens, que sobrevoam o céu do país em grande quantidade. Então, a semeadura irá transformá-las em uma só, se tornando grande o suficiente para gerar água. 

Alya Al-Mazroui, diretor do programa de pesquisas de estimulação de chuvas dos Emirados Árabes Unidos, diz que os drones irão sobrevoar a baixas altitudes e liberar cargas elétricas nas moléculas de ar, estimulando a precipitação de chuva. Após os testes serem feitos, será preciso avaliar os resultados para, então, providenciar uma aeronave maior para que o processo seja mais eficaz e frequente.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.