Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Polishop iChef Power Nutri | Processador de alimentos potente

Por| Editado por Léo Müller | 05 de Julho de 2024 às 18h00

Link copiado!

Review Polishop iChef Power Nutri | Processador de alimentos potente
Review Polishop iChef Power Nutri | Processador de alimentos potente

O iChef Power Nutri é um processador da Polishop que se destaca bastante pela robustez. Ele tem um design portátil e uma alta potência para triturar com facilidade até mesmo os alimentos mais exigentes neste aspecto. 

Eu testei o iChef Power Nutri pelas últimas semanas e agora conto se ele vale a pena ou se é melhor apostar em alguma alternativa para ele, como outros processadores do mesmo tamanho ou até mesmo multi-processadores, que oferecem um funcionamento mais completo. 

Este é o CT Eletro, o mais novo projeto do Canaltech! Nossa missão de ajudar você a escolher produtos eletrônicos agora se estende a um universo ainda maior. Com o CT Eletro, você terá acesso às informações mais atualizadas e confiáveis sobre os melhores produtos para o seu lar. Estamos aqui para tornar suas escolhas mais simples e acertadas quando se trata de tornar sua casa um lugar mais confortável e funcional.

Continua após a publicidade

Design e construção

De cara, já dá para perceber que o Polishop iChef Power Nutri é um aparelho bem robusto. Seu corpo é consideravelmente pesado para o tamanho e ele passa a sensação de ser um processador bem resistente, que pode durar bons anos. 

Porém, o design é bem portátil e, por conta do tamanho, ele é bem fácil de guardar quando não está em uso. Na verdade, seu visual se assemelha bastante com uma coqueteleira elétrica. Inclusive, ele acompanha dois “copos” de diferentes tamanhos no kit — um com capacidade de 400 ml e outro de 800 ml. 

Continua após a publicidade

Assim, ele oferece bastante versatilidade, seja para triturar alimentos em pouca quantidade, ou até mesmo para fazer um shake de frutas. Mas eu falarei melhor sobre a eficiência dele nestes dois aspectos em breve. 

Os copos são feitos em Tritan — material que oferece bem mais resistência a longo prazo do que copos de San Cristal, por exemplo, que são bem comuns em liquidificadores. 

Usabilidade

Continua após a publicidade

O Polishop iChef Power Nutri é bem simples de usar e, apesar da potência bem alta, também é muito seguro. Ele possui travas de segurança que só permitem ligar o aparelho quando todos os acessórios — lâminas e copo — estão completamente travados na base. Isso evita acidentes durante o manuseio. 

A potência, como destaquei, é extremamente alta: são 1.000 W. Assim, ele é capaz de triturar até mesmo os alimentos mais exigentes em poucos segundos. Isso se prova verdadeiro durante o uso, porém eu tenho algumas ressalvas quanto à funcionalidade. 

Isso porque ele não consegue triturar bem toda a quantidade desejada. Por exemplo: eu tentei picar cebolas e alhos de uma só vez e o resultado não foi muito satisfatório. Uma parte do conteúdo ficou completamente triturado — quase líquido, diga-se de passagem. Outra parte, porém, ficou em pedaços bem grandes. Eu precisei terminar de picar na faca.

Continua após a publicidade

É claro, dá para parar o processador, abrir o copo, misturar tudo, voltar a bater e repetir esse processo várias vezes. Mas aí acaba com a praticidade desejada e, pior ainda — deixa uma parte das cebolas ainda mais líquidas. 

Em resumo, ele é muito eficiente das lâminas para cima. O que ficar abaixo não é triturado com eficiência. Se for usar para triturar alimentos secos, ele dá bastante conta, mas para o básico da culinária ele já não é tão efetivo. 

Modos de funcionamento: 

  • Normal (iniciar/parar)
  • Pulsar
  • Misturar
  • Ultra misturar
Continua após a publicidade

Consumo de energia e nível de ruído

Quanto ao consumo de energia, ele é relativamente econômico. Se ligado por três minutos no modo normal, ele consome cerca de 0,015 kWh. Dessa forma, se ele for usado uma vez por dia, o consumo em reais ao final de um mês será praticamente nulo, de aproximadamente R$ 0,32. 

Para essa conta, usamos os dados da Copel para a cidade de Curitiba. Usamos esta companhia, pois ela tem uma taxa mais fixa e, portanto, facilita mais na hora de dar uma estimativa de gasto.

Continua após a publicidade

Já o nível de ruído é bem alto. Ligado sem nada dentro — ou seja, com o barulho apenas do motor e das lâminas — ele atingiu cerca de 96 dB. Esse número pode ser ainda maior dependendo do que for fazer nele. 

Vale destacar que esse nível já começa a ser um pouco nocivo para a saúde, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas, considerando que a exposição não será tão próxima ou por tanto tempo, não há problemas práticos.

Limpeza e manutenção

Continua após a publicidade

A limpeza de todas as peças é bem simples. Como a base com lâmina é rosqueável em cada um dos copos, é fácil lavar todos os itens de forma individual. Já para higienizar a base, é recomendável apenas o uso de um pano úmido, para não entrar água e danificar o motor. 

A Polishop destaca, ainda, que os copos, tampas e os acessórios podem ser levados à lava-louças. 

Concorrente direto

Uma boa opção de concorrente para o iChef Power Nutri é o Masterchef Super Processador e Liquidificador by Mallory. Ambos oferecem um visual parecido, com duas opções de copos, potência de 1.000 W e design de “coqueteleira”. Uma das poucas diferenças é que o copo maior da Mallory tem mais capacidade, com 1 litro — contra 0,8L do iChef. 

Continua após a publicidade

Quanto à faixa de preço, o modelo da Mallory é bem mais acessível, custando entre R$ 370 e R$ 500. O iChef, por sua vez, parte de R$ 800.

Vale a pena comprar o Polishop iChef Power Nutri?

Continua após a publicidade

A proposta principal do Polishop iChef Power Nutri é ser um processador de alimentos e isso ele faz apenas parcialmente bem. Ele oferece bastante potência, mas não tem muita uniformidade na hora de triturar alimentos. Com características parecidas, o Mallory Masterchef Super Processador e Liquidificador custa cerca da metade do preço. 

Mas é importante destacar que ele tem seus pontos positivos. Se você procura um processador que funcione mais como uma coqueteleira, ele irá atender bem e sua alta potência facilita bastante o serviço. Porém, se você procura uma forma mais simples de triturar alimentos, um Multi Processador comum atende melhor, já que consegue “picá-los” de forma mais eficiente.