iOS 11 tem adoção menor que versões anteriores do sistema

Por Redação | 08 de Novembro de 2017 às 12h17

O iOS 11 é o sistema operacional móvel da Apple que mais trouxe mudanças nos últimos anos. Vários recursos foram adicionados para usuários do iPad e iPhone, como uma nova Central de Controle, um teclado mais completo para o iPad, nova App Store, Gerenciador de Arquivos, edições nos screenshots e muito mais. Apesar disso tudo, o sistema não despertou tanto o interesse dos usuários como as outras versões fizeram.

A Apple compartilhou no início desta semana alguns dados oficiais sobre a taxa de adoção do iOS 11. Os dados revelam que, desde o seu lançamento, mais de 52% dos dispositivos contam com a mais recente versão do sistema operacional. Contudo, a adoção não foi realizada em cerca de 38% dos dispositivos compatíveis, o que significa que o sistema ainda tem um longo caminho a percorrer.

Ainda que os números não sejam ruins, eles estão muito aquém de outras versões do iOS. O iOS 10, por exemplo, já estava presente em mais de 66% dos dispositivos compatíveis depois de um mês do seu lançamento oficial. Caso semelhante é o do iOS 9, que estava presente na mesma proporção do iOS 10 a essa altura.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Muitos acreditam que os problemas apresentados no iOS 11 em seu lançamento assustaram os usuários, que preferiram continuar com o iOS 10. Um mês após o lançamento, as queixas continuam, com registros de bugs, consumo de bateria exagerado e outras falhas que atrapalham a usabilidade dos dispositivos.

Vale lembrar, no entanto, que a Maçã vem disponibilizando várias atualizações para corrigir os problemas e melhorar a qualidade do iOS 11. Na última delas (11.1), a companhia disponibilizou novos emojis, correções de falhas de segurança e o Touch 3D para multitarefas. A próxima atualização, o iOS 11.2, já está sendo desenvolvida e deve ser lançada em breve, com a promessa de solucionar pequenas falhas e a inclusão do Apple Pay Cash, serviço que permitirá transferir dinheiro para outros contatos utilizando o iMessage.

Com esse cronograma de atualizações, o objetivo da Apple é fazer com que o iOS 11 alcance a mesma taxa de usuários do iOS 10, que estava presente, até o lançamento do seu sucessor, em mais de 89% dos dispositivos.

Fonte: Pplware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.