YouTube testa minibarra de reprodução fixa no topo da página

Por Jessica Pinheiro | 22 de Março de 2018 às 10h50
TUDO SOBRE

YouTube

Ao que parece, o YouTube está testando mais de um recurso simultaneamente na versão web de sua plataforma. Na última semana a versão web do serviço começou a ctestar a função de janela flutuante, algo parecido com o modelo seguido pelos aplicativos, onde o usuário consegue navegar e fazer novas pesquisas enquanto a reprodução continua rolando no canto da tela.

Agora, a nova empreitada é chamada de miniplayer bar, ou barra de minirreprodução, uma funcionalidade que supostamente permitirá aos internautas continuarem assistindo a um vídeo a partir de um painel menor alocado na parte superior da tela. Isso significa que será possível rolar a página do vídeo para verificar os comentários ou as descrições enquanto que a reprodução continuará a rodar em miniatura, possibilitando, assim, que o usuário não deixe de assistir à atração.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O recurso também já estava disponível nos aplicativos do YouTube, embora de uma maneira um pouco diferente; então esta seria a segunda função que a companhia está, aparentemente, tentando implantar na versão para desktop. Nos dispositivos móveis, quando um vídeo é assistido em modo retrato e o usuário decide rolar até o fim da página, o vídeo continua a ser reproduzido no topo, mas em seu tamanho original, e não reduzido.

Para a versão web, no entanto, o YouTube parece querer trazer algo semelhante, mas alocando o vídeo em um painel que fica afixado na parte de cima enquanto o usuário rola a janela até o fim da página; quando retorna ao topo, o vídeo assume o tamanho original. Na barra de minirreprodução, por sinal, é possível visualizar a presença de alguns botões, tais como o Gostei ou Não Gostei, Compartilhar, Adicionar e Inscrever. Por fim, o título também continua visível.

O YouTube parece estar testando esta função e também a janela flutuante ao mesmo tempo, o que dá a entender que a empresa está verificando qual das duas parece ser a mais viável em sua versão para desktop. Outra possibilidade interessante é que a companhia poderá disponibilizar os dois recursos e deixar para que o usuário escolha a que melhor se adequa às suas necessidades quando estiver assistindo aos vídeos no navegador.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.