O que é e para que serve o VoLTE?

Por Bruno Salutes | 03 de Fevereiro de 2020 às 07h30

As operadoras de todo o mundo estão prestes a evoluir o 4G para uma nova geração de serviços. O VoLTE, popularmente conhecido como Voz sobre LTE, representa o início das chamadas de vídeo e voz em alta definição, inclusive para o Brasil. Confira mais detalhes no artigo abaixo.

O que é e como funciona o VoLTE? 

VoLTE é a nomenclatura que representa a tecnologia de chamadas de vídeo e voz através da rede LTE, conhecida também como 4G. No Brasil, as chamadas de voz utilizam as redes GSM e WCDMA, enquanto as redes 3G e 4G são responsáveis pelas transmissões de dados para navegação de internet. O VoLTE permite a transmissão de chamadas de voz ou vídeos através da rede 4G, por meio do protocolo IP entre dois dispositivos compatíveis. Com o VoLTE as chamadas são tratadas como dados, e operam dentro da frequência e do padrão LTE.

No Brasil, os primeiros testes foram realizados pela TIM no final de 2014 em parceria com a Huawei. De acordo com ambas as empresas, os testes entregaram chamadas de voz mais limpas e vídeo chamadas em alta definição, além de reduzir o tempo de conexão atual (GSM/ WCDMA) de 8 segundos, para apenas 1 segundo com o VoLTE. No entanto, o avanço da próxima geração de serviços do LTE enfrenta alguns obstáculos no Brasil.

O VoLTE é uma evolução do 4G voltada para uso em chamadas de voz / Imagem: Reprodução

Para o funcionamento pleno do VoLTE no Brasil, a frequência de 700MHz precisa ser liberada para o 4G. Para que a faixa de 700 MHz seja disponibilizada, alguns canais de TV aberta analógica deverão ser realocados em outra frequência e numeração. A frequência de 700 MHz é atualmente utilizada no padrão de 4G americano, visto que no país o funcionamento da TV analógica já foi abolido. Atualmente o LTE brasileiro ocupa a faixa de 2,5 GHz, o que não permite um alcance de cobertura mais amplo e maior penetração em áreas de latitude menor, principalmente características de frequências mais baixas como o 700MHz.

Segundo o diretor técnico da TIM Brasil, Leonardo Capdeville, a ocupação do 4G na faixa de 700MHz se tornou uma missão da empresa, que ira aguardar a realocação da TV analógica. Segundo o executivo, a companhia pretende habilitar a nova faixa antes das Olimpíadas de 2016, que acontecerá na cidade do Rio de Janeiro.

Quais smartphones são compatíveis com o VoLTE?

Para utilizar o VoLTE é preciso um dispositivo compatível com 4G. A operadora deverá fornecer um software para utilização do serviço, semelhante ao Google Voice, que permitirá realizar chamadas VoLTE. Com o tempo, este software deverá ser disponibilizado em forma de aplicativo integrado ao sistema (aplicativo nativo), para ampliar a acessibilidade em qualquer dispositivo.

Quais são as vantagens do VoLTE?

As vantagens de utilizarmos a rede 4G para a utilização do VoLTE são grandes: velocidade maior e mais transmissão de dados. Para o usuário final os benefícios serão estes:

  • Voz em HD: A qualidade da chamada no VoLTE é maior e em alta definição. O método de compreensão utilizado atualmente entrega aproximadamente 8kbps, enquanto a compreensão de áudio realizada pelo VoLTE pode ser de até 13kbps. A nova faixa de dados operando em 700MHz também contribui para chamadas mais claras e limpas.
  • Recursos extras: as operadoras poderão oferecer um pacote de serviços extras, que incluem chamadas de vídeo, transferências de arquivos e anexo de imagens, além de traduções simultâneas.
    Conexão mais rápida: O tempo de chamada do VoLTE é consideravelmente menor em comparação com as ligações atuais.
  • Consumo menor de bateria: os serviços VoLTE consome menos energia em comparação com serviços de VoIP, como as chamadas do Skype.
  • Integração com Wi-Fi: É possível utilizar o VoLTE através de qualquer Wi-Fi, o que consequentemente irá economizar o plano de dados ativo no dispositivo.
Velocidade do VoLTE é superior é mais estável para dar conta das ligações / Imagem: Reprodução

Desvantagens do VoLTE

Precisamos salientar que está é uma tecnologia nova e, ainda precisa de desenvolvimento para atingir um patamar ideal de qualidade. Por hora, essas são as desvantagens do VoLTE:

  • Desconexão da chamada: como já mencionados, a tecnologia é uma evolução do 4G e precisa assegurar que as sobrecargas na rede não causem desconexões nas chamadas em andamento.
  • Limitada para dispositivos 4G: conforme mencionado acima, os usuários que possuem dispositivos com suporte ao 4G serão os únicos beneficiados pela novidade.
  • Limitado há usuários da mesma operadora: Á princípio, só é possível realizar uma ligação para clientes VoLTE da mesma operadora.
  • Novo padrão de cobrança: O VoLTE realiza a cobrança dos dados que são trafegados, ou seja, o valor sera deduzido da franquia de dados do usuário e não do limite para chamadas de voz.

Obviamente o VoLTE é uma grande melhoria no modo de como nos comunicamos e realizamos chamadas telefônicas tradicionais, assim como o próprio smartphone revolucionou as empresas de telecomunicações.

O que você achou da nova tecnologia, você tem o interesse de experimentar? Deixe sua opinião através dos comentáriso abaixo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.