Suicídio digital: apague todos os seus dados e desapareça do mundo online

Por Redação

Cansado da sua vida no mundo digital? Não aguenta mais perder oportunidades por seu nome aparecer nas buscas no Google e mostrar momentos vergonhosos relatados por seus amigos ou parentes? Ou simplesmente está de saco cheio da internet revelar todas suas informações com apenas alguns cliques? Então, meu amigo, é chegada a hora de conversarmos sobre "suicídio digital".

Adotada por aqueles que querem permanecer anônimos e longe dos holofotes das grandes empresas de tecnologia como Google e Facebook, o chamado suicídio digital tem por objetivo eliminar todo e qualquer dado ou rastro seu das principais redes sociais e dos mecanismos de busca.

Se você é uma dessas pessoas, nós te damos "aquele empurrãozinho" com cinco passos originalmente publicados no Lifehacker para limpar qualquer vestígio de sua existência na internet.

1. Desapegue-se dos seus perfis nas redes sociais

As redes sociais são a principal porta de entrada para a vida particular das pessoas. Independente do perfil ser privado ou não, alguém irá encontrá-lo em algum momento. Portanto, se você pensa em se suicidar digitalmente, esse é o primeiro grande passo. Facebook, Google+, Twitter, LinkedIn... Desapegue-se de todos eles, dê o último adeus e prepare-se para apagar as suas contas.

  • Facebook: Para apagar seu perfil do Facebook, acesse o site, autentique-se e acesse esse link. Na página que abrir, clique em "Excluir minha conta" e pronto. O processo de exclusão de todos os seus dados pode demorar até 14 dias para ser concluído. Até lá, é possível que uma ou outra notificação ainda apareça, mas qualquer tentativa de marcação com seu nome será removida. Mas lembre-se: isso não fará com que fotos com você sejam excluídas do Facebook. Caso queira fazer com que elas sejam apagadas também, solicite a remoção individual delas alegando não ter concedido autorização para sua publicação ou entre em contato com seu amigo pedindo-lhe para remover a imagem.
  • Twitter: Para excluir sua conta no Twitter, vá até a página de configurações de conta e clique em "Desativar a minha conta" na parte inferior. Pronto, sua conta será excluída permanentemente em, no máximo, algumas semanas.
  • LinkedIn: Excluir seu perfil profissional do LinkedIn também é fácil. Acesse a página de configurações da rede social, clique na aba "Conta" e em seguida "Encerrar sua conta". Pronto!
  • Google+: Se todas as exclusões anteriores foram fáceis, a do Google+ chegou para ser difícil. Isso porque qualquer perfil na rede social está amarrado diretamente à conta do usuário no Google. Logo, se você optar por excluí-la, fique ciente que também estará excluindo seu Gmail, compromissos no Agendas, lembretes do Calendars e tudo o mais. Se você estiver mesmo desapegando de tudo e quiser seguir em frente, acesse a página do Google Accounts e clique em "Fechar a conta e excluir todos os serviços e informações associados". Isso excluirá todos os seus dados e informações de todos os serviços do Google. Se quiser apenas excluir seu perfil do Google+, existe outra opção. Nela, clique em "Apagar conteúdo do Google+" e pronto, seu perfil na rede social será excluído, mas os demais serviços do Google continuarão funcionando com seu nome.

Com isso, nenhum mecanismo de busca conseguirá encontrá-lo por seu nome verdadeiro e, como água, todos os seus dados irão evaporar com o tempo. Lembre-se das suas contas em fóruns, sites de compras ou grupos de discussões em que você se registrou com seu nome verdadeiro e adote o mesmo procedimento para eles.

Caso não se recorde em quantas dezenas ou centenas de sites você tem conta, talvez valha a pena conferir o Account Killer. Nele, uma lista enorme de mais de 500 sites e seus respectivos links para exclusão de contas é exibida e tudo o que você precisa fazer é clicar neles. Também vale a pena experimentar buscar pelo seu nome, endereço de e-mail ou nickname no Google para se surpreender com aquele Flogão que você fez em 2005 com fotos que até Deus duvida.

2. Remova resultados de pesquisa indesejáveis

Após excluir suas contas nas redes sociais, fóruns e outros sites, agora é hora de procurar o que ainda ficou solto por aí na internet. Para tanto, busque novamente pelo seu nome, endereço(s) de e-mail(s) e nicknames usados com frequência. É certo que aparecerão muitos resultados e alguns deles serão um tanto quanto constrangedores. Seu objetivo, agora, é fazer com que eles sumam dos sites de busca.

O trabalho, sem dúvidas, será maior que o apresentado no primeiro passo e envolverá busca, anotações e contato. Primeiramente, sempre busque entrar em contato com os responsáveis pelos sites e solicite a eles que remova aquele conteúdo - ou pelo menos o seu nome. Levando em consideração que esses serão sites de antigos empregos seus ou de familiares e conhecidos, Isso deve resolver uma boa parte do problema.

Se mesmo após o contato o conteúdo não for removido ou desvinculado do seu nome, então talvez seja hora de apelar diretamente para os sites de busca, solicitando-lhes a remoção da página da lista de resultados. Google, Google Images e Bing disponibilizam um formulário simples que qualquer pessoa pode preencher e solicitar a remoção de uma página. Salvo em ocasiões de ofensa, violência ou violação de conteúdo de propriedade intelectual, nem sempre essa solicitação funcionará. Mas vale a pena testar.

3. Livre-se de antecedentes e resultados de registros públicos

Agora que você se livrou dos seus perfis nas redes sociais e resultados de busca indesejados, é hora de apagar seus antecedentes e seu nome dos registros públicos da internet. Muito embora esse tipo de site não seja comum no Brasil, ainda é possível que você se surpreenda com eles ao buscar por seu nome lá.

Verifique o Zabasearch, Intelius, Spokeo e Pipl e certifique-se que seu nome não consta na base de dados deles. É comum encontrar uma quantidade absurda de informações pessoais suas nesses sites: endereço, locais de trabalho, número de telefone, parentes. Tudo está lá. Somente com sorte é que nenhuma informação sua será encontrada nessas bases.

Em caso de ocorrência positiva, talvez você queira conferir o passo a passo do DeleteMe sobre como remover esse tipo de informação em mais de 25 diferentes sites. Também é possível encontrar algumas dicas bacanas sobre o assunto no Reddit. Em caso extremo de preguiça, ou por uma questão de praticidade, você pode pagar U$ 99 ao DeleteMe e ele trata de todos os trâmites para que seus dados pessoais sumam por completo.

4. Desvincule qualquer nome de usuário associado a um e-mail com seu nome

Qualquer usuário espertinho conseguirá associar nomes de usuários que você usa ao seu endereço de e-mail, principalmente quando os dois forem parecidos. Fique esperto e evite isso.

O processo não depende dos sites ou fóruns que você está ou já foi cadastrado. Sempre que puder, entre em contato com moderadores ou administradores desse tipo de site e peça a eles que removam publicações que você se identifica. A ideia básica é cortar qualquer relação existente entre seu nome e nomes de usuário que você criou por aí. Uma boa dica é sempre usar nomes de usuários diferentes para qualquer site que você venha a fazer parte no futuro.

5. Crie um alter ego na internet

Se você já assistiu MIB: Homens de Preto e seguiu todos esses passos, considere-se um membro da agência. Todas suas informações foram apagadas e agora é hora de assumir uma nova identidade. No entanto, essa nova identidade exigirá cautela e perspicácia para ser usada daqui em diante.

Crie uma nova identidade para si, com nome, endereço e dados pessoais falsos para não ser mais rastreado por empresas e outras pessoas. Certifique-se de sempre buscar pelo seu nome nos sites de busca e, principalmente, de jamais fornecer seus dados reais quando solicitado. Crie um e-mail com um pseudônimo, invente uma data de nascimento e tudo o mais (tem ferramentas que fazem isso por você).

Uma outra alternativa é utilizar contas de e-mails descartáveis para se comunicar com outras pessoas - principalmente com quem você não conhece -, deixando o pseudônimo reservado apenas para ocasiões importantes. Além disso, busque por ferramentas que ofereçam alternativas de navegação anônima na internet e nunca forneça seu número de telefone quando for solicitado em cadastros por aí.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.