Publicidade

Qual a diferença entre emoji e emoticon?

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 15 de Abril de 2023 às 14h00

Link copiado!

Unsplash/Denis Cherkashin
Unsplash/Denis Cherkashin

É difícil pensar na comunicação pela internet sem lembrar dos emojis. Antes da difusão dessas pequenas imagens, era comum que as pessoas usassem emoticons para expressar sentimentos — e, apesar dos nomes parecidos, existem algumas diferenças entre eles.

O que é um emoticon?

O emoticon é uma combinação de caracteres utilizada para expressar um sentimento. Normalmente usa letras, números e símbolos de pontuação para criar o resultado.

Continua após a publicidade

A palavra é resultado da junção entre os termos “emotion” e “icon” (“emoção” e “ícone”, em tradução livre). Um dos primeiros registros de uso é de 1982, pelo professor Scott Fahlman, num quadro de discussão online da Universidade Carnegie Mellon, de Pittsburgh, nos EUA. Na ocasião, ele sugeriu usar a expressão :-) para piadas e :-( para notícias sérias.

Na década seguinte, o emoticon virou uma opção para complementar as mensagens em diferentes plataformas de texto, do SMS ao e-mail. Novas opções de expressões foram surgindo graças à criatividade dos usuários.

O que é um emoji?

Os emojis são pictogramas usados para expressar sentimentos, objetos, cores, animais e muitas outras opções. Não são inseridos por um texto, mas sim por um caractere especial. O padrão Unicode, adotado por sistemas operacionais e aplicativos em todo o mundo, disponibiliza um teclado próprio com esses emojis para computadores, celulares e tablets.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A palavra "emoji" tem origem japonesa, junção de “e” e “moji” (“imagem” e “caractere”, em tradução livre). Os primeiros ícones foram criados pelo designer Shigetaka Kurita, entre 1998 e 1999, para a empresa de telefonia móvel NTT DoCoMo.

A empresa desenvolvia um software com foco em adolescentes e com suporte a pictogramas. O primeiro símbolo usado foi um coração, e a lista com os 176 emojis originais está exposta no Museu de Arte Moderna de Nova York, nos EUA (Web).

É por causa dessa origem, inclusive, que os teclados de emojis incluem diversos elementos da cultura japonesa, como um templo xintoísta (⛩️), a lanterna de papel (🏮), as bonecas japonesas (🎎), o próprio mapa do Japão (🗾) e alguns ideogramas para "aqui" (🈁), "secreto" (㊙️) e "proibido" (🈲).

Continua após a publicidade

Qual a diferença entre emoticon e emoji?

A diferença entre emoji e emoticon está nos formatos entre cada um: enquanto os emoticons são sempre usados em texto e geralmente para expressar sentimentos e emoções, o emoji corresponde a uma pequena imagem inserida na mensagem.

Em linhas gerais, portanto, se você tem que digitar a sequência de múltiplos caracteres com o teclado, é um emoticon; quando só precisa abrir uma lista e selecionar um ícone, é um emoji.

Os emoticons caíram em desuso, principalmente após a popularização do padrão Unicode entre aparelhos, mas ainda são uma alternativa universal: você pode pegar um pager do começo dos anos 2000 e inserir uma carinha feliz, mas nem todos os dispositivos da época receberam o suporte aos pictogramas de emojis.

Continua após a publicidade

Vale destacar ainda que, apesar da “supremacia” dos emojis, esses dois conceitos podem andar juntos. Em algumas plataformas de mensagem, o comando “:-(“ automaticamente é substituído por um emoji de sorriso, por exemplo.