Projeto #FakeToFora quer ajudar jovens eleitores a evitarem as fake news

Projeto #FakeToFora quer ajudar jovens eleitores a evitarem as fake news

Por Munique Shih | Editado por Douglas Ciriaco | 03 de Abril de 2022 às 17h00
Reprodução/TSE

Com a proximidade das eleições, é muito importante saber sobre os projetos existentes e principalmente sobre a veracidade das informações que circulam no mundo offline e online durante esse período. Com esse intuito, o Instituto Palavra Aberta criou, por meio do EducaMídia, o projeto #FakeToFora para envolver os jovens nas eleições de 2022.

A iniciativa busca incentivar educadores e estudantes de todo o país a promover a importância das atitudes e reflexões entre o público jovem que se prepara para votar, por meio de materiais gratuitos divididos em seis módulos — com objetivos curriculares e midiáticos.

Os materiais contam com aulas sobre democracia, pesquisa eleitoral, resultados das pesquisas, processo eleitoral, urna eletrônica, difamação e desinformação. As palestras podem ser desenvolvidas separadamente ou em trilha única pelos docentes, conforme a proposta de itinerários formativos do Novo Ensino Médio.

O FakeToFora busca conscientizar os jovens sobre a importância do pensamento reflexivo durante as eleições (Imagem: ABr/Elza Fiúza)

O projeto também elaborou um módulo — disponibilizado ao final das aulas — que permite aos estudantes criarem coletivos ou clubes de checagem, com o objetivo de tornar a leitura crítica e reflexiva das informações um hábito entre eles.

“A maneira como nos relacionamos com as informações — seja na hora de consumir, produzir e compartilhar — tem papel fundamental em uma eleição. É por meio delas que tomamos consciência dos problemas e desafios de nossas comunidades, cidades e país, e ficamos sabendo das propostas dos candidatos para resolvê-los”, explica o Instituto Palavra Aberta.

O projeto conta com o apoio do Google e do Facebook — que têm uma grande responsabilidade no campo das informações no meio digital —, além de instituições, plataformas informativas e órgãos governamentais como o Politize, Comprova e TSE. Para saber mais informações sobre a iniciativa basta acessar a página oficial #FakeToFora.

Fonte: #FakeToFora

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.